Fim do Horário de Verão

O horário de verão foi adotado pela primeira vez no Brasil em 1931, houveram interrupções, mas atualmente ainda está em vigor.

Há 35 anos sem interrupção, em outubro de todos os anos os relógios são adiantados em uma hora nos estados da região Sul, Sudeste e Centro Oeste do Brasil.

O objetivo é o de aproveitar melhor a luz do sol durante o verão e evitar o sobrecarregamento do sistema elétrico.

Escutando as reclamações da população, desde 2018 o Ministério de Minas e Energia concorda que existem estudos que apontam que o horário de verão não gera economia de energia, no máximo, gera uma economia neutra, ou seja, nenhuma.

Não é uma lei, por isso todos os anos, é necessário um decreto presidencial que determina o dia de início e fim da medida.

No início de abril de 2019 o ministro de Minas e Energia informou que estão sendo finalizados os estudos sobre o tema e o material material será entregue ao presidente Bolsonaro, que vai decidir em caráter definitivo se vai ou não continuar o horário de verão no Brasil.

É uma decisão tem que ser tomada e não tem nada a ver com dados econômicos, é preciso levar em conta fatores como sobrecarga e picos de consumo.

Mas não precisa nem estudo para entender que muita coisa mudou desde a primeira vez que o horário de verão passou a mudar o nosso cotidiano.

Basta observar que atualmente, o consumo de energia é maior próximo do meio dia e durante toda a tarde, o ar condicionado domina esses horários gerando picos de consumo.

Enquanto isso, ninguém vai tomar banho a luz do sol, e pior que isso, o chuveiro será ligado da mesma forma, no claro ou ou no escuro, e a economia é (seria) apenas na lâmpada do banheiro.

O fim do horário de verão não é uma discussão nova, há divergências na população, mas a realidade é que só os valores gastos com pessoas que têm dificuldades de adaptação já justificaria o fim do horário de verão.

Além de gerar transtornos para adaptação na população em geral, gera problemas no calendário político (eleições de 2018) e no calendário escolar (provas do enem)

A notícia desse início de mês é que o horário de verão não será mais no início do mês de outubro, nem em outra época, sendo assim, vamos esperar outubro e ver ser o Presidente cumpre o prometido.


Para receber notificações sobre atualizações no Website Ibytes e atualizações do Canal Ibytes no Youtube, entre no grupo clicando nesse link ( Telegram ).