Modulação em FM no GS800

O controle de frequência, no caso, da sintonia de transmissão, e da modulação em frequência é bem simples de fazer,  mas é importante fazer corretamente sob pena de o receptor não sintonizar corretamente o sinal.

Existem várias técnicas de modulação da portadora do sinal de radiofrequência, algumas técnicas são implementadas próximas ao estágio final de saída de radiofrequência, como é o caso da modulação em amplitude (AM).

No caso da modulação em frequência, é recomendável que a modulação seja feita a partir do oscilador, geralmente um oscilador controlado por tensão (VFO), nesse caso, o sinal de radiofrequência é de baixa potência, e o sinal de áudio a ser misturado também é de baixa potência, o que facilita em muito o controle e com isso é conseguida uma alta qualidade de áudio da transmissão.

Quando disponibilizei o Gerador Sinal de RF de 800 a 1070 Mhz, mencionei que a modulação poderia ser implementada de acordo com a necessidade de cada um, mas muitas perguntas sobre a modulação em frequência modulada chegaram, e então resolvi escrever esse texto mostrando como fazer a modulação em frequência nos Geradores de Sinal de Radiofrequência que comercializo.

Nesse texto, a abordagem é a modulação em frequência, ou seja, a transmissão será em frequência modulada e obviamente, o receptor deve ser de frequência modulada, então vamos adiante.

Vista da placa do GS800 indicando onde deve ser ligado a saída do controlador de frequência e de modulação. Ligar a saída do controlador no resistor indicado.

Na imagem acima pode ser visualizada a placa do GS800, o controle da frequência (no original) é feito através do parafuso do trimpot, para fazer a modulação em frequência, vamos anular o controle de sintonia original e implementar o circuito a seguir.

Circuito que controla a frequência de transmissão e a quantidade de áudio que é inserido na portadora de radiofrequência.

O circuito acima precisa de 5 volts para ser alimentado, essa tensão pode ser retirada do terminal à direita do regulador de tensão 7805, o consumo desse circuito é da ordem de 1 miliampères, não justifica colocar uma fonte auxiliar.

VR1 pode ser de 47 a 100K, e corresponde ao trimpot que controla a frequência de transmissão, exatamente conforme o circuito original.

R3 limita a intensidade de áudio, e não é um tipo de áudio que sai do alto-falante, o áudio deve ser de uma fonte de sinal de alta ou média impedância, para uma referência, é o mesmo nível de sinal que é aceito por uma entrada auxiliar.

VR2 controla a quantidade de áudio que será inserido na portadora, C1 e R2 podem ser alterados em função da intensidade do sinal de áudio, o circuito é proposto para sinais de áudio de meio volt até 5 volts de pico a pico.

Na real, o texto se tornou longo mas é algo muito simples, a saída com a tensão de controle e o sinal de áudio misturados devem ser ligados no resistor onde a seta vermelha indica, veja na imagem acima.

Para fazer o ajuste de frequência e de áudio, feche VR2 totalmente, deixe um receptor de FM sintonizado na frequência que você deseja transmitir, com uma chave fenda não metálica movimente suavemente e com delicadeza (não precisa quebrar mão) o eixo central de VR1 até que a portadora seja sintonizada pelo receptor.

Levando em conta que a fonte sinal de áudio esteja ligada e fornecendo sinal de áudio, movimente VR2 de forma a obter áudio claro e com boa intensidade no receptor, feito isso, a implementação da modulação em frequência está completa.

No restante do circuito do gerador de sinal não precisa (nem deve) mexer em nada, verifique a conexão com a antena

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *