Você é Infiel?

Você tem conta no site de infidelidade Ashley Madison?

Atualmente boa parcela da população mundial responde a essa pergunta com rapidez e segurança que o que está sendo dito será aceito como uma verdade.

Depois do ataque informático que expôs os dados pessoais de milhões de utilizadores do site frequentado por infiéis no relacionamento só quem nunca se cadastrou é que tem certeza absoluta.

Ainda existe a possibilidade de que alguém possa ter usado um endereço de e-mail de terceiros, do qual tinha ou tem acesso para realizar o cadastro, em todo caso, senhas e números de cartão de crédito vazaram, e pior, vazou a intimidade.

Já houve suicídios e separações e vem muita bronca motivada pelo cadastro no site Ashley Madison, sem contar que muitos processos ou um processo coletivo contra o site Ashley Madison serão movidos.

Os queixosos irão reclamar danos morais e danos emocionais, ou alguma coisa parecida que se encaixe numa dessas duas situações e irão ganhar.

A obrigação dos responsáveis pelo site era a de proteger os dados pessoais dos utilizadores, é obvio que houve negligência, e os tribunais confirmarão o pagamento de indenizações.

Não é só o fato da descoberta do usuário do site, surgirão esquemas dirigidos a pessoas que evitarão a todo custo a exposição das suas identidades.

É obvio que há um enorme impacto social, estão envolvidos filhos, mulheres, parceiros e um fato desses causa impacto na vida de todos eles.

Com a situação atual no mundo, é certo que acontecerão crimes de ódio, mas muita coisa pode acontecer.

É preciso reconhecer a gravidade da situação, não dá para encarar o fato como se fosse um filme ou uma novela com final feliz.

A verdade é que o site Ashley Madison prometeu facilitar encontros amorosos de pessoas casadas com outras pessoas, e afirmava ter um dos sistemas seguros.

Para um usuário de internet comum isso soa bem, mas a verdade é que que qualquer utilizador da Internet deveria entender uma afirmação dessas como uma simples propaganda, a verdade é que não importa qual seja o site, desde que esteja conectado à internet, tudo é possível.

Há provas que os responsáveis pelo site afirmaram que os utilizadores do site Ashley Madison “nunca serão descobertos”, o que fato provou-se ao contrário.

Para descobrir se seu nome também vazou, digite o nome de usuário do site e o endereço de e-mail a ser consultado, depois clique em continuar a vá seguindo as instruções.

Consulta de usuários do site Ashley Madison

Digite o nome de usuário e o endereço de e-mail, depois clique em Continuar

Nome de usuário (login):

E-mail utilizado no cadastro:

Acesse o Canal Ibytes no Youtube
Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANUNCIOS DETECTADO!

Detectamos que você está usando uma ou mais extensões para bloquear anúncios.

Por favor, coloque www.ibytes.com.br na lista de permissões.

Nossos anúncios não são invasivos e a renda com os anúncios é destinada a pagar hospedagem e demais custos para manter um site visível na rede mundial de computadores.

E você deve ficar sabendo de algo que os criadores de bloqueadores de anúncios não informam, mas ele capturam seus dados, sua localização, suas preferências e tudo mais relacionado a você e vendem essas informações para terceiros.

Ou você acha que eles trabalham de graça? A motivação é obter seus dados para comercializar.

www.ibytes.com.br não captura informações de seus usuários, apenas exibe anúncios como forma de pagar parte das despesas relacionadas ao site.

Veja aqui nossa política de privacidade.

Caso você prefira, existe a possibilidade de navegação sem anúncios com acesso pago, caso tenha interesse, escolha uma das opções abaixo:

Para contato direto com responsável pelo website Ibytes e pelo do canal Ibytes no Youtube através do Telegram, clique nesse link.

Para contato direto com responsável pelo website Ibytes e pelo do canal Ibytes no You Tube através do WhatsApp, clique nesse link.

Assuntos que não tem nada a ver com os assuntos do website Ibytes e do Canal Ibytes no Youtube, serão sumariamente ignorados.