Como é a Portabilidade

A facilidade que dá ao cliente a opção de escolha da operadora que vai prestar serviços de telefonia fixa e móvel e manter o número do telefone a ele designado é chamada de portabilidade.

A portabilidade é um direito do titular da linha telefônica, seja ela pré-paga ou pós-paga, e independentemente da operadora do serviço a que esteja vinculado.

É interessante citar que mesmo que o titular da linha mude de endereço e o novo endereço estiver no mesmo código de área, o número de telefone será o mesmo, cito isso porque tem muita gente que fica presa a uma operadora devido ao endereço, e muitas vezes por medo de perder o número do telefone, já que em muitos casos já se tornou referencia.

A portabilidade tem regras, na telefonia fixa, o titular da linha pode mudar de endereço sem mudar de operadora, desde que seja na mesma área local, mudar de operadora sem mudar de endereço, mudar de endereço e de operadora, desde que na mesma área local, mudar de plano de serviço sem mudar de operadora.

Na telefonia móvel, o titular da linha pode mudar de operadora dentro da mesma área de registro (código DDD) e mudar de plano de serviço.

Em qualquer parte do Brasil é possível solicitar a portabilidade para as telefonias móvel e fixa, como vantagem a escolha da operadora que oferece melhores planos e serviços, para ser sincero, sou a favor de mais qualidade do que quantidade.

A portabilidade tem vantagens, mas também tem desvantagens, é uma questão de ponto de vista e necessidade, para uma pessoa que recebe poucas chamadas e que usa o telefone para uso pessoal e os amigos se acostumaram como é o atendimento a portabilidade não faz muita diferença, mas comercialmente a coisa não é bem assim.

Explico porque: um número portado é mantido com a operadora que forneceu o número para o cliente pela primeira vez, ao ser feita uma portabilidade, quem liga para o número na prática liga para a operadora origem, esta por sua vez deve “desviar a chamada” para um número intermediário que por sua vez desvia para o número portado, o titular da linha telefônica recebe a ligação normalmente e obviamente não precisa saber dos procedimentos reais de uma portabilidade.

Quem tiver dúvidas a respeito, experimente, vá a qualquer revenda de qualquer operadora e verá que a portabilidade funciona com um número provisório por 3 ou 4 dias e depois passa a valer o número real da portabilidade, isso não é por acaso.

Com a telefonia celular a demora em encontrar a torre que vai acionar o celular cujo prefixo coincida com o do cliente pode chegar a 30 segundos, depende de vários fatores, principalmente da quantidade de torres “da operadora matriz”, e quanto maior a distância mais torres e isso significa mais tempo, e para piorar, a quantidade de torres da operadora para a qual o número foi portado.

Com a telefonia fixa a portabilidade é um desvio de chamados, praticamente um siga-me, o tempo do fim da discagem até o primeiro toque no número destino também é maior, aliás, são uns 4 segundos que comercialmente fazem diferença, afinal, se demora a tocar o telefone, quem liga pensa logo em defeito e passa a procurar outro.

Mais existem situações extremas na telefonia fixa onde a portabilidade trás prejuízos com o passar do tempo, o que vou relatar é exatamente o meu caso.

Tenho um serviço de tele entrega e tempos atrás fiz a portabilidade de um número fixo da GVT para a TIM, mesmo com atendimento normal dos clientes, muitos não chamam mais, analisando gráficos e números de telefones que geralmente ligavam fiquei intrigado, pois não havia indícios da concorrência.

Como faço início, meio e fim, ou seja, atendo o telefone e também faço as entregas, tenho a oportunidade de conversar com os clientes e não é raro o cliente dizer que “liguei prá outro” porque deu na caixa postal e “eu precisava do produto urgente”.

Sem argumentos para dar na “caixa postal” mesmo com o telefone ligado passei a investigar sobre o sinal da operadora e a perda de chamados, de vantagem tenho a mobilidade, mas perco 30% dos chamados como se estivesse com telefone desligado, é prejuízo certo.

O TIM fixo usa um chip de celular, então quando alguém liga para meu número, ele liga para a GVT que recebe a ligação e desvia para um número intermediário da TIM, que no caso é um número de celular, este por sua vez liga para outro número de celular que “agora é o meu número portado” mas responde como meu número de telefone fixo, todo esse processo leva de 20 a 30 segundos da discagem ao primeiro toque no meu aparelho, isso apenas no código de área 47.

Essa demora de 20 ou 30 segundos é problema porque quem está ligando geralmente não espera e desliga antes do primeiro toque no meu telefone, são as “chamadas perdidas”, outros ligam, sabem que demora e esperam ser atendidos.

Enfim, para mim, parecia que a portabilidade resolveria meu problema de mobilidade, pelo fato de eu poder usar meu número como se fosse um telefone sem fio de longo alcance, mas as perdas de chamados e a demora da resposta desde a discagem da origem ao primeiro toque no destino me fizeram rever meu ponto de vista.

Como cada pessoa tem suas próprias necessidades, cabe a cada um julgar o que é melhor para si ou para seus negócios, neste momento decidi que pagar a taxa que é cobrada do usuário cada vez que ele portar o número é mais interessante, afinal, dependendo do caso, a própria operadora paga a portabilidade, que é mais ou menos o valor de um chip.

Acesse o Canal Ibytes no Youtube
Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANUNCIOS DETECTADO!

Detectamos que você está usando uma ou mais extensões para bloquear anúncios.

Por favor, coloque www.ibytes.com.br na lista de permissões.

Nossos anúncios não são invasivos e a renda com os anúncios é destinada a pagar hospedagem e demais custos para manter um site visível na rede mundial de computadores.

E você deve ficar sabendo de algo que os criadores de bloqueadores de anúncios não informam, mas ele capturam seus dados, sua localização, suas preferências e tudo mais relacionado a você e vendem essas informações para terceiros.

Ou você acha que eles trabalham de graça? A motivação é obter seus dados para comercializar.

www.ibytes.com.br não captura informações de seus usuários, apenas exibe anúncios como forma de pagar parte das despesas relacionadas ao site.

Veja aqui nossa política de privacidade.

Caso você prefira, existe a possibilidade de navegação sem anúncios com acesso pago, caso tenha interesse, escolha uma das opções abaixo:

Para contato direto com responsável pelo website Ibytes e pelo do canal Ibytes no Youtube através do Telegram, clique nesse link.

Para contato direto com responsável pelo website Ibytes e pelo do canal Ibytes no You Tube através do WhatsApp, clique nesse link.

Assuntos que não tem nada a ver com os assuntos do website Ibytes e do Canal Ibytes no Youtube, serão sumariamente ignorados.