Acoplador de Antena

Tenho amigos que tem me perguntado o porque da fascinação pela radiofrequência  a resposta é simples e objetiva, não sei, mas posso afirmar que não é herança genética, pois meu pai nem sabia mudar a estação de uma rádio para fazer a sintonia, e minha mãe detestava rádios, ela diz que faz muito chiado, obviamente que ela é do tempo onde para escutar rádio tinha que ser pelas ondas curtas.

Mas devido ao interesse por rádio-transmissão surgiram algumas necessidades, obviamente que para ajustes de saídas de RF precisa ter um acoplador de antenas, a verdade é que todo transmissor tem acoplador de antena na sua saída de potência, mas os componentes são fixos, em alguns transmissores é permitido que alguns ajustes possam ser feitos por alguém que entenda da saída de RF, uma vez que capacitores e bobinas foram projetados para permitir que sejam feitos ajustes.

Um acoplador de antena é simples de montar, o maior cuidado é com relação ao transporte do sinal de RF, então os cabos devem ser blindados e o mais curtos que for possível, quanto a potência que pode ser controlada por um acoplador, depende exclusivamente da tensão de ruptura dos capacitores variáveis.

Se for acoplar saída de transmissores transistorizados, não existe necessidade de se preocupar muito com esse detalhe, mas se for utilizar em saídas de RF que utilizam válvulas, então os capacitores variáveis devem ter tensão acima de mil volts, para não se preocupar demais em procurar no comércio que dificilmente irá encontrar capacitores desses novos, mas em sucatas de rádios antigos é possível retirar desses capacitores de sintonia perfeitos, esses são os capacitores de núcleo de ar, são os ideais para altas potências.

Para potência de até 25 watts, capacitores usados na sintonia de rádios de amplitude modulada alimentado por pilhas ou por pequenas fontes servem, não devemos ser tão exigentes, afinal de contas, esse acoplador além de ser simples deve ser eficiente.

Com a utilização de um acoplador de antena, qualquer pedaço de fio serve para ser antena e vai proteger a saída de potência do rádio transmissor, mas um pedaço de fio que não tem sintonia não vai irradiar a potência para o espaço, mas vai cumprir a função de baixar as ondas estacionárias para proteger o circuito de saída.

Claro que essa é a pior aplicação que se pode esperar de um acoplador de antenas, mas ele também pode ser usado para não só proteger o equipamento, mas também casar a saída do transmissor com uma antena específica para a freqüência, então se obtêm o casamento perfeito entre a saída de potência de RF do transmissor e a antena, o resultado é um ganho maior, e as ondas de rádio podem ser sintonizadas mais longe.

Em todo caso, para melhores ajustes, quando for testar um transmissor, divida a freqüência por quatro e coloque dois de pedaços de fios com o tamanho encontrado no cálculo esticados e eletricamente separados, então você já estará fazendo uma antena dipolo aberto com ¼ de onda.

Pois então, dois pedaços de fios esticados, é a antena de pobre que pela simplicidade é chamada de bigode de gato, mas não precisa ser só esse tipo de antena, o acoplador serve para acoplar o sinal de RF da saída do transmissor à qualquer tipo de antena.

Os capacitores já foram citados, e a bobina não é crítica, mas depende da freqüência onde vai operar, é um acoplador obviamente, mas tem uma faixa mínima e máxima de trabalho.

Para a faixa dos 11 metros (faixa do cidadão) utilizei 15 espiras de fio rígido de 2,5 mm sobre um pedaço de cano de água de 25 mm, de plástico, obviamente, e com quatro tapes que permitem ser trocados de posição caso os capacitores de ajustes não alcancem a cobertura para ajustar.

Caso não consiga ajuste com essas especificações, comprima ou espace as espiras, em último caso diminua o diâmetro do tubo e/ou diminua a bobina para 12 espiras, tenha em mente que você pode descascar o fio, mas as espiras devem ficar separadas entre si.

Espero que gostem, este é mais um projeto simples e barato, mas indispensável na bancada de todo bom amante da rádio-transmissão.

Acesse o Canal Ibytes no Youtube
Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANUNCIOS DETECTADO!

Detectamos que você está usando uma ou mais extensões para bloquear anúncios.

Por favor, coloque www.ibytes.com.br na lista de permissões.

Nossos anúncios não são invasivos e a renda com os anúncios é destinada a pagar hospedagem e demais custos para manter um site visível na rede mundial de computadores.

E você deve ficar sabendo de algo que os criadores de bloqueadores de anúncios não informam, mas ele capturam seus dados, sua localização, suas preferências e tudo mais relacionado a você e vendem essas informações para terceiros.

Ou você acha que eles trabalham de graça? A motivação é obter seus dados para comercializar.

www.ibytes.com.br não captura informações de seus usuários, apenas exibe anúncios como forma de pagar parte das despesas relacionadas ao site.

Veja aqui nossa política de privacidade.

Caso você prefira, existe a possibilidade de navegação sem anúncios com acesso pago, caso tenha interesse, escolha uma das opções abaixo:

Para contato direto com responsável pelo website Ibytes e pelo do canal Ibytes no Youtube através do Telegram, clique nesse link.

Para contato direto com responsável pelo website Ibytes e pelo do canal Ibytes no You Tube através do WhatsApp, clique nesse link.

Assuntos que não tem nada a ver com os assuntos do website Ibytes e do Canal Ibytes no Youtube, serão sumariamente ignorados.