Testador Transistores

Basicamente esse circuito é um amplificador, claro que pequenas adaptações podem transformá-lo numa ferramenta muito útil na bancada, é exatamente isso que vamos fazer.

Nesse circuito a proposta é transformá-lo num circuito eletrônico para testar transistores tanto do tipo NPN quanto do tipo PNP. A minha sugestão é soldar os componentes em uma placa de 5 x 5 centímetros com ilhas, isso facilita na hora do teste.

Se o teste for executado com um transistor PNP, obviamente que é preciso ter certeza que o transistor NPN está bom, da mesma forma, se o teste for de um transistor NPN é preciso ter certeza que o transistor PNP está bom.

O teste é simples, basta deixar a alimentação ligada e encostar (ou soldar) os terminais Base, Emissor e Coletor do transistor da polaridade correspondente e visualizar no LED o resultado: O diodo emissor de luz irá piscar se o transistor em teste estiver bom, vai ficar aceso direto se o transistor em teste estiver em curto, e apagado se o transistor em teste estiver aberto.

Outros resultados podem ser obtidos e a leitura estará errada se os terminais Base, Emissor e Coletor não tiverem suas ligações elétricas feitas nos locais corretos, daí a importância em saber a polaridade e o nome de cada um dos terminais, existem manuais para cada tipo de componente, no caso de dúvida, procure por “datasheet e o código do componente”.

Para quem tem dificuldades, monte dois circuitos, um para testar transistores NPN e outro circuito para testar transistores PNP, assim sempre fica o transistor bom no circuito e o teste é feito com outro transistor que deseja que seja testado.

É imperativo saber quais os terminais Base, Emissor e Coletor, assim como a polaridade do transistor em teste, claro que quem tem um pouquinho mais de experiência já percebeu que além do teste de funcionamento dá para descobrir qual é a polaridade do transistor e até qual é cada um dos terminais.

Os componentes são todos comuns, os resistores são de 1/8 de watt, C1 pode variar entre 5 e 10µF e é importante observar a polaridade, o lado do positivo é ligado na base do primeiro transistor, R1 é de 33 ohms, e para quem gosta de ouvir um barulhinho pode colocar um alto falante em série com o resistor ou até mesmo retirar o resistor e deixar apenas o alto falante.

O alto falante só deve ser ligado se a bateria puder ser carregada com frequência, pois o alto falante consome mais energia, todos os testes foram feitos com uma bateria de 3,7 volts e viciada de um desses celular “xiling”, o consumo só acontece na hora do teste e consome só o equivalente ao acendimento do diodo emissor de luz.

Acesse o Canal Ibytes no Youtube
Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANUNCIOS DETECTADO!

Detectamos que você está usando uma ou mais extensões para bloquear anúncios.

Por favor, coloque www.ibytes.com.br na lista de permissões.

Nossos anúncios não são invasivos e a renda com os anúncios é destinada a pagar hospedagem e demais custos para manter um site visível na rede mundial de computadores.

E você deve ficar sabendo de algo que os criadores de bloqueadores de anúncios não informam, mas ele capturam seus dados, sua localização, suas preferências e tudo mais relacionado a você e vendem essas informações para terceiros.

Ou você acha que eles trabalham de graça? A motivação é obter seus dados para comercializar.

www.ibytes.com.br não captura informações de seus usuários, apenas exibe anúncios como forma de pagar parte das despesas relacionadas ao site.

Veja aqui nossa política de privacidade.

Caso você prefira, existe a possibilidade de navegação sem anúncios com acesso pago, caso tenha interesse, escolha uma das opções abaixo:

Para contato direto com responsável pelo website Ibytes e pelo do canal Ibytes no Youtube através do Telegram, clique nesse link.

Para contato direto com responsável pelo website Ibytes e pelo do canal Ibytes no You Tube através do WhatsApp, clique nesse link.

Assuntos que não tem nada a ver com os assuntos do website Ibytes e do Canal Ibytes no Youtube, serão sumariamente ignorados.