Discadores Automáticos

Antigamente existiam dois tipos de discadores, um tipo que discava o número do telefone e passava um bip ou algum tipo de sinal que a pessoa do outro lado deveria conhecer, para saber que a casa estava sendo assaltada.

O outro tipo ligava um gravador e passava uma mensagem gravada em fita magnética.

Mas existia um problema comum a eles, a questão era: e se o número estivesse ocupado ou ninguém atendesse?

Eles não eram tão desenvolvidos eletronicamente para esperar e discar novamente ou discar para um número diferente, além disso, era bem difícil de serem encontrados para a venda.

O que é citado acima não se aplica a todos os discadores de antigamente, mas dá um exemplo de características de alguns deles.

Nos dias atuais existem discadores muito mais desenvolvidos e “inteligentes” que são capazes de armazenar diversos números telefônicos, reconhecer se o número está ocupado e aguardar, ou ligar para outro número, ou se perceber que ninguém atende tentar outros números, e fazer rodízio até que alguém atenda.

As discadores atuais podem enviar mensagens gravadas, pelo usuário, ou enviar bips, ou apenas o som ambiente com a sirene tocando.

Podem estar embutidas dentro da central ou serem uma unidade ligada separadamente.