Evite a Invasão do Celular

Invadir um dispositivo eletrônico como um tablet, um computador ou celular é crime previsto no código penal, isso todo mundo sabe, e não precisa ser exatamente um hacker.

O tema em evidência há algumas semanas nos noticiários da televisão, do rádio e na internet é a invasão de celulares de autoridades brasileiras, mas as notícias não são como estão sendo anunciadas.

Claro que essa é minha opinião, e já explico porque, independente se é o Presidente da República ou um pobre coitado morador de uma favela, a privacidade deve ser preservada, isso está previsto em Lei.

Invadir um dispositivo é ter controle total sobre o dispositivo, há duas formas de invasão:

A invasão em que o invasor só acessa as informações e arquivos do dispositivo.

A invasão em que o invasor tem acesso e copia todo o conteúdo do dispositivo

No caso das notícias de invasão de celulares de autoridades há um erro grosseiro em apresentar a notícia, e esse erro vai beneficiar os criminosos se pegarem um bom advogado, o tempo vai mostrar isso.

Na verdade, não houve nenhuma invasão de nenhum celular, o que houve foi a invasão de um aplicativo instalado no celular e foi explorada uma falha técnica do próprio aplicativo, ou seja, uma brecha que não precisa ser hacker para acessar contas de terceiros sem autorização.

O correto seria noticiar que houve a invasão de contas do aplicativo Telegram e que as contas invadidas são de autoridades.

Conhecendo as características da falha explorada o usuário do aplicativo não teve nenhuma culpa, a falha é do aplicativo, pois o usuário não fez exatamente nada para, digamos, facilitar a invasão da conta.

Para quem é desconfiado, (e tem que ser mesmo), existe meios de dificultar acessos não autorizados, aliás, nem mesmo a tal mensagem fatal ser enviada para a caixa postal.

A dica que passo a seguir serve para Telegram e WhatsApp, claro que todo aplicativo que tiver opções de segurança, todas as opções devem ser aproveitadas, por mais que atrasem a abertura do aplicativo, pois a segurança vem sempre em primeiro lugar.

A dica é utilizar a autenticação de dois fatores (2FA), a utilização dessa configuração não impede a criação de uma nova conta no Telegram ou no WhatsApp, mas a autenticação em dois fatores evita o acesso a uma conta que já existe.

Em qualquer aplicativo é muito importante configurar as contas para utilizar formas mais seguras de 2FA.

O simples recebimento de um código por uma ligação é um método muito vulnerável, receber um código por SMS então nem pensar, claro que inicialmente é através de um desses dois processos que a conta é ativada, mas depois deve ser usada segurança adicional.

Usar o aplicativo Google Authenticator ou um dispositivo de autenticação por hardware são boas opções de segurança adicional, sejamos francos, a segurança desses aplicativos de mensagens é bem fraquinha.

Outra ação muito importante é desativar o serviço de caixa postal, esse é um tipo de serviço inútil, o bom é que cada operadora tem um código a ser enviado do próprio celular para desativar o serviço de caixa postal.

Afinal, quem quer saber se o Zé do Brejo ou aquela artista bonitona ligou? E, ainda ter que pagar para a operadora manter esse serviço inútil?

Se acha que esse texto foi útil para você, compartilhe o link com seus amigos, conhecimento deve ser espalhado.

Acesse o Canal Ibytes no Youtube
Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANUNCIOS DETECTADO!

Detectamos que você está usando uma ou mais extensões para bloquear anúncios.

Por favor, coloque www.ibytes.com.br na lista de permissões.

Nossos anúncios não são invasivos e a renda com os anúncios é destinada a pagar hospedagem e demais custos para manter um site visível na rede mundial de computadores.

E você deve ficar sabendo de algo que os criadores de bloqueadores de anúncios não informam, mas ele capturam seus dados, sua localização, suas preferências e tudo mais relacionado a você e vendem essas informações para terceiros.

Ou você acha que eles trabalham de graça? A motivação é obter seus dados para comercializar.

www.ibytes.com.br não captura informações de seus usuários, apenas exibe anúncios como forma de pagar parte das despesas relacionadas ao site.

Veja aqui nossa política de privacidade.

Caso você prefira, existe a possibilidade de navegação sem anúncios com acesso pago, caso tenha interesse, escolha uma das opções abaixo:

Para contato direto com responsável pelo website Ibytes e pelo do canal Ibytes no Youtube através do Telegram, clique nesse link.

Para contato direto com responsável pelo website Ibytes e pelo do canal Ibytes no You Tube através do WhatsApp, clique nesse link.

Assuntos que não tem nada a ver com os assuntos do website Ibytes e do Canal Ibytes no Youtube, serão sumariamente ignorados.