Consertando Monitores

Com algumas pequenas diferenças, um monitor é muito parecido com um aparelho de televisão, é claro que existem algumas diferenças sim, isso não pode ser negado, e a principal diferença que pode ser notada é que todas as fontes que alimentam o monitor são retiradas do transformador da fonte, que por sinal, é fonte chaveada.

Salvo poucas exceções, os aparelhos de televisão retiram as fontes do fly-back, outra particularidade que pode ser claramente notada é que o filamento dos monitores é alimentado com tensão contínua e nas TVs é alimentado com tensão alternada.

Na prática isso significa uma incidência maior de defeitos na alimentação do filamento dos monitores.
Enquanto que nas TVs o único defeito possível na alimentação de filamentos seria mau contato na placa e/ou no soquete.
No monitor podem existir defeitos também no diodo de retificação dessa fonte e principalmente no capacitor eletrolítico.

Um monitor que esteja com a imagem escura e o filamento do tubo com acendimento fraco, com certeza tem um defeito na alimentação do filamento, ou é falta de tensão ou é falta de corrente, ou quem sabe os dois defeitos.

Geralmente os capacitores usados na filtragem dos filamentos são de qualidade duvidosa e tem baixa tensão de isolamento, geralmente são de 470 micro farad por 16 volts de isolamento, e quase sempre apresentam problemas.

Com a minha experiência, sempre substituo por um capacitor de tensão maior, tipo de 25 volts ou mais, com isso evito que o problema volte a se repetir.

Para os técnicos, os defeitos que aparecem é bom pois significa maiores possibilidades de trabalho e conseqüentemente o lucro, mas é muito ruim para o cliente.

Deixando a brincadeira de lado, é muito mais fácil medir um filamento DC do que medir as tensões num fly-back.

Para medir um filamento DC basta colocar o multímetro na escala desejada e medir a tensão, e se a tensão estiver abaixo de 6 volts (o padrão é 6,3 volts), com certeza existem problemas.

Outra dica é sempre trocar o capacitor de filamento se ela apresentar sinais de aquecimento excessivo, caso em que a parte plástica se aquece e a parte superior do capacitor fica descoberta e o plástico fica meio esticado.

É importante observar que em alguns monitores essa fonte de 6,3 volts não alimenta somente o filamento, mas também outros estágios do monitor, e no caso de defeito, pode resultar em sintomas muito esquisitos.

Faz algum tempo que apareceu um monitor na oficina que tremia a imagem, revisei todo o circuito horizontal e nenhum defeito foi encontrado, e depois de algum tempo fui descobrir que a causa era o capacitor de filamento, porque essa mesma tensão também alimentava o circuito de controle de posição horizontal.

Em se tratando de teste de capacitores, não recomendo utilizar o multímetro ou qualquer outro aparelho para medir um capacitor, como dizem, testar o capacitor.

No meu ponto de vista o teste deve ser deve ser feito na prática e com o aparelho funcionando, pois a melhor forma de saber se um capacitor está ruim, é sugar um terminal do capacitor (desconectar um dos terminais) e soldar outro capacitor de igual valor por debaixo da placa.

Alguns vão dizer que é gambiarra, não me importo, pois eu acho que é uma criatividade que economiza muito tempo e por isso faço todas as vezes que tenho dúvidas a respeito do estado de um capacitor, até mesmo quando é difícil a retirada de um capacitor, pois é muito mais fácil soltar apenas um dos terminais e soldar um capacitor por baixo da placa, do que remover um capacitor da placa de circuito impresso e soldar outro, e se o defeito não era ali o trabalho foi perdido.

Mas tenha em mente alguns passos que são muito importantes antes de ficar soldando terminais de capacitores nas placas: desligue o aparelho da tomada, solde o capacitor e depois ligue o aparelho, não faça nada com o aparelho com o plug na tomada, mesmo que desligado.

Acesse o Canal Ibytes no Youtube
Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANUNCIOS DETECTADO!

Detectamos que você está usando uma ou mais extensões para bloquear anúncios.

Por favor, coloque www.ibytes.com.br na lista de permissões.

Nossos anúncios não são invasivos e a renda com os anúncios é destinada a pagar hospedagem e demais custos para manter um site visível na rede mundial de computadores.

E você deve ficar sabendo de algo que os criadores de bloqueadores de anúncios não informam, mas ele capturam seus dados, sua localização, suas preferências e tudo mais relacionado a você e vendem essas informações para terceiros.

Ou você acha que eles trabalham de graça? A motivação é obter seus dados para comercializar.

www.ibytes.com.br não captura informações de seus usuários, apenas exibe anúncios como forma de pagar parte das despesas relacionadas ao site.

Veja aqui nossa política de privacidade.

Caso você prefira, existe a possibilidade de navegação sem anúncios com acesso pago, caso tenha interesse, escolha uma das opções abaixo:

Para contato direto com responsável pelo website Ibytes e pelo do canal Ibytes no Youtube através do Telegram, clique nesse link.

Para contato direto com responsável pelo website Ibytes e pelo do canal Ibytes no You Tube através do WhatsApp, clique nesse link.

Assuntos que não tem nada a ver com os assuntos do website Ibytes e do Canal Ibytes no Youtube, serão sumariamente ignorados.