Testar Circuitos Integrados

Um procedimento que raramente é feito antes de qualquer montagem de circuitos eletrônicos, é testar o componente, em especial, um ou mais circuitos integrados que farão parte da montagem.

Atualmente comprar componentes eletrônicos ficou muito fácil, e com a facilidade de compra surgiu um mercado paralelo de componentes falsificados.

O montador de qualquer circuito não sabe se algum componente da montagem está com defeito ou se o circuito eletrônico é que está errado.

Já perdi muito tempo procurando defeito em circuitos de esquemas que eu mesmo elaborei, e a conclusão foi que existem componentes que nunca foram usados mas não executam a função para a qual foram projetados.

Defeito de fábrica pode existir, mas existem lotes inteiros de componentes que vem com defeito, e quando é componente com função específica fica complicado, além do tempo perdido existe o problema do risco de perder outros componentes já soldados numa placa de circuito impresso.

Existe uma maneira simples e prática para não perder tempo com componentes defeituosos de fábrica ou componentes falsificados, basta fazer um circuito de teste usando um componente comprovadamente funcionando.

Para circuitos integrados existem soquetes apropriados, e esse circuito de teste acaba se tornando uma espécie de ferramenta indispensável.

Mesmo que tenha que fazer um circuito de teste para vários tipos de circuitos integrados vale a pena, pois não fica nenhuma dúvida quanto ao funcionamento do circuito integrado.

E não precisa fazer um monte de uma vez só, eu faço o circuito de teste para circuito integrado que vou usar bastante por um determinado período.

Você tem por hábito testar os circuitos integrados antes de soldar nas placas de circuito impresso?

Eu tenho, e os motivos são muito óbvios, mas são ignorados ou simplesmente esquecidos.

Essa é a minha dica, faça circuitos de testes para os circuitos integrados mais usados, use os esquemas fornecidos pelos data sheets e muitos atrasos e prejuízos serão evitados nas montagens.

Quantas montagens você tentou fazer e não conseguiu o objetivo e não sabe se o problema era algum circuito integrado ou era o esquema com algum erro?

Pense nisso.