Use Notebook no Carro

Quantas vezes você já pensou em levar o notebook junto consigo e logo se deu conta que em mais ou menos três horas a bateria fica sem carga? E raras são às vezes em que se encontra uma tomada por perto para recarregar a bateria do notebook.

O carro tem bateria de 12 volts, e a não ser que seu notebook seja daqueles antigos, não adianta tentar ligar ele na bateria do carro, nem mesmo para manter a carga da bateria funciona.

Como estou 80% do meu tempo móvel e por varias razões não posso ficar desconectado, uso um EEEPC710, ele funciona com 9 volts, e como todos sabem, para baixo todo santo ajuda, e isso também vale para a eletrônica, tanto é que para baixar os 12 volts da bateria do carro para 9 volts é fácil.

Recentemente minhas tarefas aumentaram e o EEEPC710 apesar de ser um ótimo aparelho é bem limitado, e de repente precisei utilizar um equipamento mais robusto, mas acabei esbarrando no problema da alimentação, afinal, carregar a bateria de três e três horas não é o fim do mundo, mas é muito chato.

Uma das formas para resolver o problema é colocar uma bateria de 6 volts em serie com a bateria original do carro, aí eu teria os 18 volts para alimentar o notebook, não é pelo fato de um HP Pavilion exigir 19 volts que ele não funciona com 18 volts, se fosse esse o único impedimento eu usaria o IS 1414 da Toshiba, o problema é a bateria de 6 volts em serie com a de 12 volts.

Note que a solução acima seria elétrica, bastaria fazer as conexões, como uma bateria de automóvel tem carga (amperagem) suficiente e se recarrega cada vez que o carro é ligado, como não seria nada legal ter que carregar a bateria de 6 volts em separado, a solução foi recorrer a eletrônica e “bolar” um circuito, afinal, a corrente está presente, só é preciso elevar a tensão de 12 para 19 volts.

O circuito é simples e os componentes são todos comuns, um oscilador com um CI 555 que controla um transistor de potência que é controlado por um diodo zener, na verdade, é possível obter vários níveis de tensão, é só escolher o diodo zener de acordo com a tensão desejada.

Com a configuração mostrada é possível aumentar e estabilizar a tensão de saída com boa eficiência, no projeto original a corrente é da ordem de 1 ampère, a minha opção foi a de manter a carga da bateria, não me importei com o detalhe de carregar a bateria, para quem pretende que a bateria seja carregada aumente em um volt a tensão do diodo zener.

Para esclarecer, se o notebook tiver uma bateria de 18 volts, o diodo zener deve ser de 19 volts para que a bateria seja recarregada, se bem que a eficiência desse tipo de carregador é baixa para os tipos de baterias utilizadas nos notebooks, por isso me preocupei mais em ter alimentação contínua, dá até para tirar a bateria e usar o notebook só com o circuito que proponho.

Em todo caso é bom saber que a corrente é de 1 ampère para funcionamento contínuo, o componente crítico nesse circuito é a bobina, nada tão crítico que o projeto não possa ser realizado, apesar de ser uma bobina, ela age como se fosse um transformador, daí o cuidado com as especificações.

A bobina a qual me refiro deve ser “fabricada” pelo interessado, ela deve ter núcleo de ferrite em forma de 1 polegada (2,4cm), e sobre essa forma devem ser enroladas 130 espiras de fio 22 AWG, não tem derivação, mas deve ser enrolada com “carinho”, para que exista indução de espira sobre espira, pois é só desta forma que será possível elevar a tensão da bateria que é 12 volts para perto de 28 volts.

Com a tensão em torno dos 28 volts o diodo zener entra em ação e estabiliza na tensão de operação do diodo zener.

Como se trata de um oscilador, podem surgir interferências no rádio ou até mesmo em mp3 player, isso é resolvido colocando todo o conjunto dentro de uma caixa metálica e a carcaça deve ser ligada à massa.

Os componentes são todos comuns, no caso do C1, ele é quem determina a frequência do circuito, ele deve ser escolhido de forma que o rendimento seja o melhor possível, nos meus testes usei de 100 Kpf a 2,2 uF, e o ganho depende de como é feita a bobina, então sugiro que faça a bobina e depois experimente qual é o valor do capacitor que dá melhor rendimento, para mim deixei em definitivo um de 470 nF.

O circuito é simples, e está na imagem a seguir:
ibytes_notebook_no_carro

Acesse o Canal Ibytes no Youtube
Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANUNCIOS DETECTADO!

Detectamos que você está usando uma ou mais extensões para bloquear anúncios.

Por favor, coloque www.ibytes.com.br na lista de permissões.

Nossos anúncios não são invasivos e a renda com os anúncios é destinada a pagar hospedagem e demais custos para manter um site visível na rede mundial de computadores.

E você deve ficar sabendo de algo que os criadores de bloqueadores de anúncios não informam, mas ele capturam seus dados, sua localização, suas preferências e tudo mais relacionado a você e vendem essas informações para terceiros.

Ou você acha que eles trabalham de graça? A motivação é obter seus dados para comercializar.

www.ibytes.com.br não captura informações de seus usuários, apenas exibe anúncios como forma de pagar parte das despesas relacionadas ao site.

Veja aqui nossa política de privacidade.

Caso você prefira, existe a possibilidade de navegação sem anúncios com acesso pago, caso tenha interesse, escolha uma das opções abaixo:

Para contato direto com responsável pelo website Ibytes e pelo do canal Ibytes no Youtube através do Telegram, clique nesse link.

Para contato direto com responsável pelo website Ibytes e pelo do canal Ibytes no You Tube através do WhatsApp, clique nesse link.

Assuntos que não tem nada a ver com os assuntos do website Ibytes e do Canal Ibytes no Youtube, serão sumariamente ignorados.