Proteção: Cerca Elétrica

Um tipo de equipamento de segurança muito utilizado atualmente é a cerca elétrica, sem dúvida que é um avançado sistema de proteção para residências, mesmo sendo de simples construção, os principais usos são em empresas, indústrias e sítios, a cerca elétrica impede que ladrões entrem no local.

A cerca elétrica também é benéfica no que diz respeito a utilização da energia, pois um projeto bem elaborado tem baixo consumo de energia, maior resistência ao tempo, por isso a cerca é tido como um produto de total segurança, alta confiabilidade e de baixo custo.

A finalidade principal é a segurança patrimonial, sempre utilizada como meio preventivo, cuja principal aplicação destina-se à proteção periférica de imóveis residenciais, condomínios, indústrias, entre outros, através da eletrificação de cercas instaladas, geralmente acima dos muros ou das grades.

A função básica de uma cerca elétrica é proibir o acesso de intrusos à área protegida através de um choque elétrico, não é choque fatal, mas o choque naqueles que por ventura tocarem na fiação que compõe a cerca eletrificada, terão um bom susto e seus movimentos paralizados enquanto persistir o choque.

Qualquer projeto de eletrificador de cercas não pode ser feito de qualquer modo e por curioso, o projeto deverá ser elaborado respeitando as normas do International Eletrotechinical Comission, com sede em Genebra (Suíça), IEC 60335-2-76, cujo teor estabelece os níveis de segurança aos efeitos da corrente elétrica percorrendo o corpo humano.

O objetivo deste texto é expor algumas informações para garantir a melhor proteção possível, ao se utilizar um sistema de eletrificação de cercas, devem ser observados vários detalhes, que estarão detalhados em links de acesso livre aqui mesmo no Ibytes, serão citados vários assuntos relacionados a cerca elétrica:

a) Como deve ser o aparelho.

b) Como deve funcionar o aparelho.

c) Comoé feita a instalação.

d) As características dos isoladores.

e) As características dos cabos.

f) Como é o aterramento.

O circuito eletrônico de uma cerca elétrica gera pulsos elétricos que proporcionam choques que não são fatais mas fazem o sistema nervoso humano ficar “sem rumo”, apesar de serem pulsos de alta tensão, de 2 a 5 mil ou mais volts, possuem baixíssima corrente elétrica, em torno de 0,002 Ampères.

Os pulsos elétricos são enviados ao redor da propriedade protegida através de fios de aço inox, ou fios de cobre apoiados em isoladores presentes nas hastes de fixação.

A proteção acontece porque ao tocar o fio energizado o intruso fecha o circuito entre o fio da cerca e o terra, a eletricidade atravessa o corpo do invasor e ele leva um choque que desarticula todo o sistema nervoso e o cérebro se confunde com os sinais elétricos enviados pelos membros do corpo e pelos sinais elétricos enviados pela cerca elétrica.

A carga se combina a sinais elétricos do cérebro do agressor, isso é como inserir uma corrente espúria em uma linha telefônica, se isto acontece o sinal original é misturado com o ruído aleatório, tornando muito difícil ou até impossível decifrar qualquer mensagem, e quando essas linhas de comunicação falham, o agressor tem muita dificuldade para informar através do cérebro para seus músculos se moverem, por isso ele fica confuso e desequilibrado, e então ele fica parcialmente paralisado por um certo tempo.

A corrente pode ser gerada com uma freqüência de pulso que imita o sinal elétrico do próprio corpo, nesse caso, a corrente informará aos músculos do invasor para fazer bastante esforço em um curto período de tempo, mas o sinal não direciona o esforço a nenhum movimento específico, e então o esforço não resulta em nada, mas esgota as reservas de energia do invasor, deixando ele muito fraco para se mover, o que é o ideal, quem já levou choque sabe sobre o que me refiro, depois do choque fica uma tremedeira no corpo e leva algumas horas para voltar ao normal.

De uma maneira mais básica, para incapacitar uma pessoa com choque é só aplicar eletricidade aos músculos e nervos, e como existem músculos e nervos em todo o corpo, não importa onde exatamente onde o invasor é atingido, obviamente que existem partes do corpo mais sensíveis.

A cerca elétrica é formada por central de eletrificação, haste terra, cabo de alta tensão, hastes de fixação, isoladores, fio de aço inox ou fio cobre, bateria, sirene e placas de aviso.

Postagens relacionadas
  • Retificadores e Nomenclaturas
  • Assim Surgiu a Eletrônica
  • Repelente Não Funciona
  • A Corrente é …..
  • Excesso de Corrente
  • Porque Não Atendo
  • Posts mais acessados
  • Teste de Bateria (14817)
  • Antena Para Celular (12236)
  • Amplicador 60 W RMS (9717)
  • Os Gatos & Dúvidas (8303)
  • Ganhar na Loto Fácil? (5898)
  • Utilize a busca para encontrar o tema de seu interesse.
    Pense no meio ambiente antes de este link.   Dúvidas? Acesse o Fórum