Está Sendo Monitorado?

Tenho certeza que minha casa ou meu local de trabalho está sendo espionado, e agora? O que devo fazer?

As vezes o problema é psicológico, porque não existe espionagem e nem espiões, mas existem outras vezes em que realmente está havendo espionagem, e sejamos francos, se a gente soubesse exatamente o que procurar seria muito fácil.

A primeira coisa que se pensa é que o monitoramento do local está sendo feito através das ondas de rádio, pode até ser, e para detectar esse tipo de espionagem é relativamente fácil, com um detector de rádio frequência o dispositivo “xereta é encontrado”.

Nos casos em que existe a certeza absoluta que há uma transmissão de dentro do ambiente para outro receptor, um transmissor com potência um pouco mais forte, e que transmita na exata frequência onde funciona a escuta resolve o problema, pois causa um batimento de frequência tornando impossível a recepção clara do ambiente.

Não tendo conhecimento de qual é a “frequência do espião” um rádio de “banda corrida” certamente irá descobrir, é preciso ficar claro que nem todas as varreduras dão resultado positivo, pois o “equipamento xereta” pode ligar e desligar de tempos em tempos, ou pode ser desligado remotamente impossibilitando que seja detectado.

Para se ter uma ideia ao que me refiro, um aparelho celular pode ser acionado a distância e transmitir o som ambiente para qualquer parte do planeta, o mesmo pode acontecer em relação a imagens, atualmente existe de tudo, por isso é preciso desconfiar até daquela “caixa de fósforos” perto do vaso, e mais ainda de algum embrulho dentro do vaso em cima da escrivaninha.

A coisa é tão complicada que até usando a linha telefônica convencional é possível fazer grampos que são muitos difíceis de serem encontrados, e não é preciso muita coisa, pois como exemplo, usando um vídeo-link alimentado pela própria linha telefônica é possível sintonizar a pelo menos 50 metros numa TV e gravar tudo o que se passa no ambiente. A verdade é que atualmente existem tantos dispositivos para “invasão dos interesses alheios” que é praticamente impossível descobrir se não visitar o local e der uma inspecionada visual com o objetivo de encontrar alguma coisa.

Não existe solução pronta, cada caso é um caso, mas ao ter certeza de estar sendo monitorado, acredito que passar informações falsas leva o “curioso” ao local falso, em todo caso, se desconfiar de um presente recente, retire ele do ambiente (eu coloco um transmissor dentro de um peixe de barro, rs), se ganhou um achou algum aparelho recentemente, retire ele do ambiente.

Não esquecendo a famosa “caneta espiã” que é dada de presente e a vítima sem saber a usa diariamente, enfim, descobrir a escuta requer paciência e inteligência maior do que quem colocou a escuta, e reafirmo que sem fazer uma inspeção no ambiente é difícil, por isso desconfiar de tudo e de todos é recomendável.

Somente depois que descobrir o tipo de equipamento e o principio de funcionamento é que é possível fazer alguma coisa, mas, desconfie de tudo, até daquele buraquinho ao lado do ar condicionado, enfim, qualquer coisa.

Postagens relacionadas
  • Exemplo Espionagem
  • Termos Policiais (I)
  • Os Cuidados Básicos
  • Sistema Monitoramento
  • Monitoramento Vídeo 3G
  • Campana Com Carros
  • Posts mais acessados
  • Teste de Bateria (14532)
  • Antena Para Celular (12042)
  • Amplicador 60 W RMS (9580)
  • Os Gatos & Dúvidas (8153)
  • Ganhar na Loto Fácil? (5803)
  • Utilize a busca para encontrar o tema de seu interesse.
    Pense no meio ambiente antes de este link.   Dúvidas? Acesse o Fórum