GPS Igual Mulher Chata

Existem coisas que com o passar do tempo vão desaparecendo, ou melhor, vão deixando de serem feitas, e uma dessas coisas é perguntar a alguém onde fica determinado endereço.

Talvez pela má vontade ou desconfiança das pessoas, mas posso afirmar que é muito chato estar procurando por um endereço e perguntar para alguém e esse alguém apontar em uma direção, e chegando lá, outro alguém informar que o local procurado é exatamente ao oposto ao que foi informado, e assim pode acontecer por diversas vezes até que alguém dá a informação correta.

É óbvio que não tem como cobrar de alguém uma informação correta e de boa vontade, então o jeito é recorrer a tecnologia e deixar de depender das pessoas para obter certas informações relacionadas a endereço, e é onde entra em cena o GPS.

A principal utilização do GPS é na localização de endereços, uma vez que se saiba o nome da rua e o número da casa, é certo que se chega ao local, ou quem sabe, muito próximo dele, a precisão é atribuída ao GPS, mas na verdade, o mapa utilizado é o verdadeiro responsável, pois a precisão do aparelho de GPS mais “vagabundo” é em torno de 30 metros.

Localizações à parte, eu vejo o GPS como um aparelho de muito mais utilidade do que apenas localizar lugares, nos tempos atuais, os órgãos fiscalizadores enfiam as mãos nos nossos bolsos arrancando quantidades absurdas em multas por descumprimento das Leis ou regras de trânsito, é verdade que somos mal educados e não cumprimos as regras, como penalidades, além de pagar pelas multas temos que enfrentar horas e horas nas filas de bancos.

E foi pensando nisso que resolvi personalizar meu software de GPS, e além da localização de endereços, posso ser avisado de pontos de alertas previamente cadastrados, como acontece em vários aparelhos de GPS, mas com a diferença de vários tipos de alertas e sem criar nenhuma rota, é simplesmente ligar o aparelho e pronto, apenas dirigir, e os avisos serão dados em função da localidade.

Para mim que dirijo o dia todo, mesmo conhecendo bem a cidade, existem momentos em que pelo excesso de confiança esqueço até de alguns locais onde existem lombadas físicas, essas pragas já foram abolidas pelas leis de trânsito, mas sempre tem uma prefeitura miserável que pelo fato de não ter dinheiro, obtêm do Ministério Público autorização para instalar esse tipo de lombada, é o caso da cidade de Itajaí, então, também sou avisado por voz e por sinal sonoro quando me aproximo dessa praga que causa estragos no veículo.

Lombada eletrônica é outra fábrica de dinheiro para a empresa que controla, mas não tem jeito, a lei permite e incentiva a instalação desse tipo de máquina de fazer dinheiro, e a gente se esquiva como pode, então, para mim, esse tipo de ponto de alerta tem dois tipos de alertas: o alerta de aproximação e o alerta do limite de velocidade.

Na minha configuração, por volta dos 300 metros a voz avisa sobre a existência da lombada eletrônica, e a cada 50 metros até chegar nela um sinal sonoro é emitido, geralmente as lombadas eletrônicas tem limite de velocidade em 50 Km/h, então se o veículo estiver acima dessa velocidade, um alerta adicional é emitido a cada 50 metros até chegar na lombada eletrônica.

A mesma configuração foi feita em relação aos semáforos com câmera, uns dizem com câmera e outros dizem com radar, em todo caso não importa, qualquer semáforo é um semáforo, então imagino que o limite seja de 50 Km/h, então o padrão de avisos é o mesmo da lombada eletrônica, e o mesmo acontece em relação aos possíveis radares móveis.

No Brasil, cada tipo de rua, avenida, beco ou seja lá o que for, tem um limite máximo de velocidade, e é justamente aí que mora o perigo, a gente esquece, e quando dá por si, já está dirigindo no dobro da velocidade permitida.

E foi justamente pensando nisso que caprichei nos alertas de limite de velocidade, limites que são definidos no mapa que é utilizado no GPS e em função do bairro, tipo de rua ou avenida, proximidade de escolas, igrejas ou coisas desse tipo, mas também é permitido que a velocidade máxima seja definida para um valor fixo para toda a cidade, e quando a velocidade alcançar o limite, um sinal sonoro fica avisando de 30 em 30 segundos, fica tão chato que o pé é aliviado de imediato.

Ao começar a dirigir sendo policiado por um GPS assim, a princípio é chato demais, mas dá uma consciência bem maior no trânsito, na verdade, é provável que o motorista acompanhado de um GPS com esse tipo de personalização vai ter que ser reeducado no trânsito, ou seja, ou ele segue as orientações do GPS ou desliga o aparelho para não receber as ordens.

Digo exatamente o que penso a respeito, o meu GPS ficou com uma personalização que mais parece com uma mulher chata e mandona, é duro de aguentar, mas é difícil de evitar, sei que ao ler até aqui você já deve estar pensando em “prá que tudo isso?”.

A resposta é simples: “para que não metam a mão no meu bolso me cobrando multas, mas principalmente para eu mesmo ter maior segurança no trânsito”, é por isso que aturo mulher chata e GPS chato igual ao meu.

Postagens relacionadas
  • Smartphone como Rastreador
  • Como configurar Câmeras IP
  • Perdi Meu Smartphone
  • Autorização Suspensa
  • Plano Ilimitado ou Não
  • Farsa da Internet Limitada
  • Posts mais acessados
  • Teste de Bateria (14817)
  • Antena Para Celular (12236)
  • Amplicador 60 W RMS (9717)
  • Os Gatos & Dúvidas (8303)
  • Ganhar na Loto Fácil? (5898)
  • Utilize a busca para encontrar o tema de seu interesse.
    Pense no meio ambiente antes de este link.   Dúvidas? Acesse o Fórum