Detetive Velho Não Dá!

Dia desses pesquisando meu HD encontrei alguns vídeos feitos com uma caneta espiã, logo me veio à mente os equipamentos utilizados na espionagem, também me lembrei da grande diferença entre um detetive do tipo moderninho e um detetive à moda antiga.

É claro que o detetive pode ter idade avançada e usar métodos antigos no trabalho, mas os equipamentos devem ser os mais modernos que existem no mercado, assim o trabalho se torna muito mais eficiente e praticamente à prova de falhas.

Com a modernização o detetive nem precisa mais ficar fazendo anotações como era antigamente, anotar nomes de ruas talvez, e na hora de descrever aquele cara que estava acompanhando a noiva do cliente como é que se faz?

Não é uma tarefa nada fácil, por isso utilizar equipamentos de espionagem modernos economiza tempo, torna o trabalho eficiente e de quebra evita que o trabalho de detetive seja descoberto, afinal, numa disputa judicial o detetive acaba servindo de testemunha para o cliente, isso é praticamente inevitável.

Faz certo tempo que meus apetrechos estão guardados, digamos que estou de férias, mas apareceu alguém a procura de informações sobre os passos de uma pessoa tida como de “alta periculosidade”, é claro que trabalhos que colocam a vida em risco não são interessantes para nenhum tipo de profissional.

Mas era apenas meio dia, quis saber de mais detalhes porque achei que tinha a ferramenta certa para o trabalho, desde que não tivesse que escrever nada e nem usar o telefone durante a tarefa.

Como o trabalho era identificar as pessoas que tivessem algum tipo de contato com “o suspeito” durante uma manhã, era até fácil, mas não podia usar máquina fotográfica ou qualquer coisa que levasse a suspeita que havia “monitoramento” nos contatos.

Se fosse há 5 anos atrás eu teria rejeitado o trabalho, mas atualmente é até divertido, pois coloquei um óculos escuro e saí pelas ruas na boa sem levantar nenhuma suspeita, em determinado momento cheguei a estar a metros de distância do “alvo”, e sem que ele e ninguém desconfiasse de nada.

Obviamente que ele e nem ninguém sabia que eu estava usando um óculos desses com câmera embutida, que na verdade é um DVR que grava por horas a fio, só depende do espaço disponível num cartão de memória e da carga da bateria.

E assim, não precisou que fosse feito absolutamente nada, as imagens que minhas vistas presenciavam eram gravadas em vídeo, no fim da tarefa o vídeo gravado foi passado para o cliente que dará o destino que melhor lhe convier, e o detalhe é que eu que gravei o vídeo nunca serei a testemunha do cliente, pois o vídeo fala por si só.

É claro que dependendo da situação uma gravação pode até não ter valor jurídico, mas com certeza terá valor moral e poderá ajudar a resolver muitas questões, principalmente aquelas em que uma das partes costuma enrolar para chegar a um final interessante para as partes envolvidas.

Por isso, dependendo de cada situação, utilizar chaveiro com câmera, caneta espiã, óculos com câmera, alarmes disfarçados e que na realidade são câmeras filmadoras, ou DVRs de qualquer tipo no lugar das pré-históricas filmadoras ou máquinas fotográficas é uma necessidade real nos dias atuais.

Existem trabalhos que são realizados por detetives que não podem ser mais feitas como era no passado, por isso é muito importante que o detetive esteja atualizado em termos de tecnologia, ser um detetive idoso é aceitável, ser um detetive velho é certeza de poucos trabalhos e risco da própria integridade.

Postagens relacionadas
  • Exemplo Espionagem
  • Termos Policiais (I)
  • Os Cuidados Básicos
  • Sistema Monitoramento
  • Monitoramento Vídeo 3G
  • Campana Com Carros
  • Posts mais acessados
  • Teste de Bateria (14392)
  • Antena Para Celular (11943)
  • Amplicador 60 W RMS (9530)
  • Os Gatos & Dúvidas (8079)
  • Ganhar na Loto Fácil? (5768)
  • Utilize a busca para encontrar o tema de seu interesse.
    Pense no meio ambiente antes de este link.   Dúvidas? Acesse o Fórum