Os Satélites Artificiais

Os satélites artificiais são equipamentos que são colocados em uma órbita elíptica, que tem como um dos focos o centro da Terra.

Os satélites geralmente são lançados por um foguete de diversos estágios, o lançamento é cuidadosamente planejado para que a ação da força propulsora vá diminuindo de acordo como vão sendo alcançados os limites da atmosfera densa, sem esse tipo de controle o satélite seria consumido por aquecimento cinético.

A direção da velocidade no momento em que o satélite é colocado em órbita deve ser perpendicular à direção satélite-Terra, esse tipo de arranjo é chamado de velocidade horizontal.

Os primeiros satélites colocados em órbita foram o Sputnik I, em 4 outubro de 1957 e o Sputnik II em 3 novembro de 1957, foram lançados pelos soviéticos, e seguidos pelo Explorer I em 31 janeiro de 1958, lançado pelos norte-americanos.

A importância dos satélites no mundo atual é indiscutível, e pode ser citado o fato de que, para as grandes potências, um país que domina a tecnologia de lançamento de satélites é um país desenvolvido, uma vez que a maioria dos meios de comunicação utiliza os satélites como meio de propagação de suas ondas.

Um exemplo disso é a televisão, tanto é que em tempos atrás, havia um marketing forte em relação à transmissão, onde os comerciais e os apresentadores davam ênfase a transmissão via satélite, hoje em dia, esse detalhe passou a ser comum e o telespectador não se importa com esse detalhe, por isso não se faz menção ao método de transmissão.

Mas quando era novidade era relevante para um canal de TV ter um sistema de transmissão em que as ondas eletromagnéticas são geradas numa estação chamada geradora, e lançadas para a órbita da terra, onde são recebidas por um satélite.

Este, por sua vez, retransmite o sinal para uma ou mais estações na terra, chamadas receptoras, muitas vezes a milhares de quilômetros de distância.

Por meio de sinais eletromagnéticos auxiliados por satélites, também funcionam alguns tipos de telefonia celular, TVs por assinatura, alguns tipos de radioamador, e outros sistemas que funcionam através das ondas eletromagnéticas.

Outro exemplo da utilidade é o moderno Sistema de Navegação Por Satélite (GPS – sigla de Global Sattelite Position), o GPS é um aparelho portátil, que, por meio de uma pequena antena, determina o posicionamento de três ou mais satélites em órbita da terra.

Com base nos dados recebidos desses satélites e por meio de cálculos matemáticos com relação ao tempo de retorno do sinal emitido pelos mesmos, determina a posição em qualquer ponto da superfície do planeta Terra.

O sistema GPS é muito usado pelas forças armadas, principalmente as forças americanas, geralmente nos sistemas de defesa e nos lançamento de mísseis teleguiados, devido à sua extrema precisão, que chega a ser de centímetros, possibilita acertar um alvo a quilômetros de distância com margem de erro menor que meio metro.

Atualmente, tem-se tornado muito comum o uso do GPS também em embarcações em substituição à bússola, aliás, o GPS hoje é tão popular que até um pobre mortal igual a mim possuí GPS no celular, o GPS está ao alcance de todos e qualquer pessoa pode adquirir um para deixar permanente no carro.

É importante salientar que tudo isso só é possível graças ao auxílio dos satélites artificiais, sem os quais o volume e a qualidade das informações que nós estamos acostumamos a receber seriam muitos menores.

Postagens relacionadas
  • Direcional Para 5.8 GHz
  • Teste de Módulos de RF
  • Módulos de RF 433 MHz
  • Celular Nos Confins
  • Bloqueadores de RF
  • As Ondas de Rádio
  • Posts mais acessados
  • Teste de Bateria (13874)
  • Antena Para Celular (11528)
  • Amplicador 60 W RMS (9276)
  • Os Gatos & Dúvidas (7838)
  • Ganhar na Loto Fácil? (5589)
  • Utilize a busca para encontrar o tema de seu interesse.
    Pense no meio ambiente antes de este link.   Dúvidas? Acesse o Fórum