Impedância? 8 Ohms?

Quando se fala em impedância parece que nem todos concordam, mas vou tentar escrever sobre isso usando uma linguagem nada técnica, assim posso dizer que a impedância é um determinado valor da resistência de entrada ou de saída, embora seja mais comum falar em impedância de saída, a impedância de entrada também tem muita importância.

A saída de um amplificador de áudio tipicamente tem impedância de saída que pode variar entre 2 ohms até 200 ohms, a característica do aparelho é que determina a impedância, é bom observar que podem ser ligados vários alto-falantes em um sistema de som sem sobrecarregá-lo, apenas é necessário que a lei de ohm seja aplicada.

Obviamente que para muitos a palavra impedância não vale absolutamente nada, principalmente aqueles que são doidos por alta potência de som, então compram um amplificador que tem impedância de saída de 8 ohms, e instalam na saída deste amplificador dois alto-falantes de 8 ohms em paralelo.

A lei de ohm diz que dois resistores em paralelo tem sua resistência dividida por dois, assim temos 8 divididos por dois, e o resultado é 4, e se forem instalados dois alto-falantes de 8 ohms cada em um sistema de som cuja saída tenha impedãncia de 8 ohms, a saída desse aparelho está em risco, pois a resistência utilizando 2 alto-falantes de ohms ligados em paralelo é 4 ohms.

Com os mesmos 2 alto-falantes é possível fazer com que a resistência desses dois alto-falantes ligados em série seja de 16 ohms, e existem várias combinações que permitem ligar vários alto-falantes em um sistema de som sem sobrecarregar a saída, e fazendo com que a forma com que os alto-falantes sejam ligados em série.

De qualquer modo, se a saída tem impedância de 8 ohms, uma resistência de saída de 8 ohms é a recomendada, uma alteração no valor da resistência faz com que as características de saída sejam alteradas, causando perda de performance e causando ruídos estranhos de saturação.

Continuando com o tema impedância, atualmente existe uma infinidade de equipamentos eletrônicos e geralmente portáteis, e o usuário também quer aproveitar e tirar o máximo dele, é aí que começam os problemas de impedância, não se sabe qual a impedância de “tal” aparelho, então é preciso descobrir qual é a impedância de cada aparelho.

Uma variedade de aparelhos pode ser conectada em amplificadores mais potentes, e fica fácil de fazer muitos ajustes, porque não utilizando instrumentos utilizam os ouvidos, e não tem como dar errado, se o som estiver ruim procura-se o problema até encontrar.

Sim, porque som distorcido na saída pode ser impedância mal casada na entrada, e nada que um ou dois resistores não resolva, no que diz respeito a intensidade de som exigida na entrada do amplificador, isto também pode ter a ver com impedância, mas cada caso é um caso, então uma análise criteriosa deve ser feita.

Quando se trata de entrada de gravadores de celular, iPad e similares, surge um problema, se a fonte sonora tiver intensidade suficiente é possível reduzir a intensidade e fazer o correto casamento de impedância.

Mas, se a intensidade do sinal for tão fraca ao ponto de não consegue excitar convenientemente a entrada do gravador, a solução é criar um pré-amplificador e fazer ajustes para obter o melhor desempenho de potência, claro que os ajustes devem levar em conta também a qualidade do som.

Nos aparelhos modernos existe um “sensor de som”, esse sensor interpreta se existe algum conector em determinado local, e se o som cair para abaixo de um certo nível, a conexão é perdida, por ser tudo digital, também é tudo altamente sensível, e uma batida por menor que seja, gera uma informação de erro e o dispositivo é considerado desconectado do aparelho.

No que diz respeito a qualidade, se desejar aproveitar o máximo, a gravação deve ser feita com a melhor qualidade que é permitida pelo aparelho, é bom lembrar que existem aparelhos que gravam com o que podemos dizer que é alta definição, já outros gravam com qualidade sonora deplorável.

Cada um sabe o aparelho que tem, não cabe fazer comentários se tal aparelho grava melhor do que aquele outro, o fato é que a qualidade da gravação depende da impedância de entrada e também da qualidade que pode ser gravada no aparelho, obviamente que em muitos aparelhos podem ser ajustadas as preferências de gravação.

Postagens relacionadas
  • Retificadores e Nomenclaturas
  • Assim Surgiu a Eletrônica
  • Repelente Não Funciona
  • A Corrente é …..
  • Excesso de Corrente
  • Porque Não Atendo
  • Posts mais acessados
  • Teste de Bateria (14532)
  • Antena Para Celular (12042)
  • Amplicador 60 W RMS (9580)
  • Os Gatos & Dúvidas (8153)
  • Ganhar na Loto Fácil? (5803)
  • Utilize a busca para encontrar o tema de seu interesse.
    Pense no meio ambiente antes de este link.   Dúvidas? Acesse o Fórum