O Comprimento de Onda

Obviamente que para saber o comprimento de onda é preciso calcularmos, apesar de ser o bicho de sete cabeças para alguns, afirmo e provo de forma bem simples que basta dividirmos a velocidade da luz pela sua freqüência, veja o exemplo: lambda = C / fo
Onde: lambda = comprimento de onda
Fo = freqüência
C = velocidade da luz

O comprimento de onda não será o mesmo em qualquer meio, por mais estranho que possa parecer, no ar livre a onda terá uma velocidade, na água, por exemplo, a mesma onda terá velocidade diferente, devido ao obstáculo que a água é para uma onda eletromagnética.

Uma das questões mais intrigantes é saber se o comprimento muda ou não muda a freqüência, e mais uma vez, é muito simples: não muda se a velocidade de propagação da onda não mudar também, e é exatamente isto o que acontece em cabos coaxiais.

Parece difícil ainda? Bem, vamos a um exemplo:

Suponha que uma onda X tenha um comprimento de 1 metro no ar e que para percorrer este metro ela demore 10 microsegundos (10us).

Esta mesma onda X em um cabo coaxial terá uma redução em sua velocidade e em 10 microsegundos ela percorrerá apenas 0,66m.

Como a freqüência é igual ao inverso do período podemos perceber que a freqüência da onda não mudou, observe a fórmula: F = 1 / T

Onde: F = freqüência
T = período
Para 1 metro o período é de 10us, portanto: F = 1 / T = 1 / 10us = 1Mhz.

Para 0,66 m o período também é de 10us, portanto: F =1 / T = 1 / 10us = 1Mhz.

Note que só a velocidade da onda foi alterada mas a freqüência não teve alteração.

A esta diminuição de velocidade de propagação podemos chamar de fator de encurtamento.

O fator de encurtamento de um cabo coaxial é de 66% aproximadamente, por isto quando calculamos o comprimento de um cabo para que ele seja do tamanho do comprimento da onda devemos lembrar disto.

Vamos a outro exemplo de cálculo:

Vamos calcular para descobrir qual o comprimento de um cabo coaxial para um determinado lambda na freqüência de 200 Mhz.

Lambda = c / fo
lambda = 300.000.000 / 200.000.000 = 1,5 metro.
Comprimento do cabo = lambda x 66 / 100 = 1,5 x 66 / 100
Comprimento do cabo = 99 / 100 = 0,99 metro

O nosso resultado mostra que o cabo deve ter 0,99 metro ou 99 cm.

Este tipo de cáculo tem utilidade quando desejamos ligar um transmissor a uma antena sendo que o cabo tenha o comprimento ou um múltiplo do comprimento.

O objetivo de ter um comprimento que seja múltiplo do lambda é para obter o melhor casamento de impedâncias e menor onda refletida, principalmente quando se trabalha com freqüências de VHF ou menores.

É extamente por isto que os radioamadores (PY), os operadores de faixa do cidadão (PX) e alguns técnicos de retransmissores de TV vivem fazendo este tipo de cálculo.

Pense no meio ambiente antes de este link.
Se preferir, utilize a busca para encontrar o tema de seu interesse.