Sensores Infravermelho

Existem basicamente dois tipos de sensores, os sensores passivos e os sensores de ótica alinhada.

Os sensores passivos são os mais comuns e os mais utilizados atualmente para a proteção e monitoramento de locais fechados.

Este tipo de sensor é preferido não só pelo custo, mas porque consegue perceber o calor que é exalado pelo corpo humano e pelos animais.

Quando uma pessoa ou um animal passa na frente de um sensor passivo ele percebe a movimentação do calor e envia um sinal para a central que acionará um dispositivo luminoso ou sonoro, ou até mesmo discar um número de telefone.

Neste tipo de sensor não existem ajustes eletrônicos que possam ser feitos pelo usuário, para o ajuste de sensibilidade geralmente existe um trimpot e o ajuste é feito pelo técnico instalador, restando apenas o ajuste de alcance, que é feito pela lente que mais parece um plástico.

O alcance dele é proporcional a altura na qual ele foi instalado, lógico que dentro de certas limitações, de um modo geral, para cada cômodo de 50 metros quadrados um sensor do tipo passivo é o suficiente.

Alguns transmitem a invasão do ambiente até a central através de fios, e outros através das ondas de rádio, existem alguns modelos que possuem incorporados uma sirene que emite sons após alguns segundos, caso, ele não seja desligado com o uso de uma combinação.

Pelo baixo consumo quando estão na condição de espera podem ser alimentados com pilhas ou com tensão contínua proveniente de um circuito próprio.

O que todos os sensores do tipo passivo tem em comum é uma lente opaca e multifacetada, chamada de lente Fresnel, e também, normalmente, um led interno que pisca quando o sensor capta o movimento de uma pessoa ou de um animal.

Normalmente um diodo emissor de luz (LED) vermelho ou verde indica que o circuito foi acionado, o LED é um “tipo de lâmpada” que é feita a partir de materiais semicondutores, na realidade, é um componente eletrônico chamado de diodo.

Quando é instalado para a proteção de ambientes, é bom observar que se passarem pelo local cães, gatos, e até mesmo pássaros, o sensor irá disparar e informar a invasão da área protegida, por isso, para o bom funcionamento os locais que usam sensores de movimento de calor devem ficar completamente fechados e não serem áreas por onde circulam animais.

Um sensor passivo demora entre 20 segundos a 2 minutos para começar a funcionar corretamente depois que é ligada a alimentação.

Normalmente tem um tamanho aproximado de um maço de cigarros e tem os cantos arredondados, a vantagem deste tipo de sensor é que com apenas um sensor é possível proteger uma grande área.

Existem muitas vantagens na instalação de passivos, mas o ponto forte é uma fiação mínima, e no caso de sensores via ondas de rádio (RF) não é necessária nenhuma fiação, pois ele funcionará com baterias e transmitirá o sinal até a central utilizando as ondas de rádio.

Postagens relacionadas
  • Retificadores e Nomenclaturas
  • Assim Surgiu a Eletrônica
  • Repelente Não Funciona
  • A Corrente é …..
  • Excesso de Corrente
  • Porque Não Atendo
  • Posts mais acessados
  • Teste de Bateria (14747)
  • Antena Para Celular (12189)
  • Amplicador 60 W RMS (9684)
  • Os Gatos & Dúvidas (8260)
  • Ganhar na Loto Fácil? (5872)
  • Utilize a busca para encontrar o tema de seu interesse.
    Pense no meio ambiente antes de este link.   Dúvidas? Acesse o Fórum