Capacitor, Pode ou Não?

É normal um leigo no assunto não saber, mas a verdade é que existem até técnicos em eletrônica que não sabem, mas a capacitância que é apresentada por qualquer capacitor eletrolítico é um pouco dependente da tensão em seus terminais.

Isso significa que um capacitor eletrolítico terá a capacitância indicada, “apenas” quando for submetida a uma tensão numa faixa próxima a sua tensão de trabalho.

Num projeto simples ou numa substituição simples, pode ser usado um capacitor eletrolítico para uma tensão maior que a original, mas não muito maior.

Na prática, usar um capacitor de 400 volts onde o projeto solicita que seja usado um de 6 volts, pode resultar em problemas, o problema é que o capacitor também não vai apresentar a capacitância que é esperada.

Num projeto onde a tolerância pode ser de até 100%, utilizar um capacitor com até o dobro da tensão indicada é tolerada, mas mais do que isso não.

Também deve ser levado em conta que os capacitores para tensões mais altas também são fisicamente bem maiores e pode não existir espaço suficiente para que seja possível a sua instalação.

Postagens relacionadas
  • Retificadores e Nomenclaturas
  • Assim Surgiu a Eletrônica
  • Repelente Não Funciona
  • A Corrente é …..
  • Excesso de Corrente
  • Porque Não Atendo
  • Posts mais acessados
  • Teste de Bateria (14748)
  • Antena Para Celular (12193)
  • Amplicador 60 W RMS (9684)
  • Os Gatos & Dúvidas (8261)
  • Ganhar na Loto Fácil? (5872)
  • Utilize a busca para encontrar o tema de seu interesse.
    Pense no meio ambiente antes de este link.   Dúvidas? Acesse o Fórum