Numeração Binária – PI

Os circuitos eletrônicos não possuem dedos e também não possuem palitos ou qualquer outra forma de fazer contagem por referência.

Também não seria fácil projetar circuitos capazes de reconhecer 10 níveis de uma tensão ou de outra grandeza elétrica sem o risco de que qualquer pequeno problema cause confusão.

É muito mais simples para os circuitos eletrônicos trabalharem com um sistema de numeração que esteja mais de acordo com o seu princípio de funcionamento, na prática, é o que realmente é feito.

Num circuito eletrônico pode ter ou não ter corrente, ter ou não ter tensão, pode receber ou não receber um pulso elétrico.

Se os circuitos eletrônicos são mais apropriados para operar com sinais que tenham as duas condições possíveis, fica muito mais fácil representarem dois dígitos ou algarismos.

Não há como negar que as regras que regem o funcionamento dos circuitos que operam com apenas duas condições possíveis são muito mais simples.

Por isso o sistema adotado nos circuitos eletrônicos digitais é o sistema binário, onde são usados apenas dois dígitos correspondentes a duas condições possíveis de um circuito, são eles o zero (0) e um (1).

Pode parecer difícil representar qualquer quantidade usando apenas dois algarismos, mas a ideia básica é a mesma usada na representação de quantidades no sistema decimal, são atribuídos pesos dígitos conforme sua posição no número.

Veja o exemplo do valor 1101 que em binário representa o número 13 decimal e veja como isso acontece analisando a imagem a seguir.

O primeiro dígito da direita indica que temos uma vez o peso deste dígito ou 1.

O zero do segundo dígito da direita para a esquerda indica que não temos nada com o peso 2.

O terceiro dígito da direita para a esquerda e que tem peso 4 é 1, o que indica que temos uma vez quatro.

E para finalizar, o primeiro dígito da esquerda é 1 e está na posição de peso 8, isso quer dizer que temos uma vez oito.

Somando uma vez oito, com uma vez quatro e uma vez um, temos o total, justamente a quantidade que conhecemos em decimal como treze.

Conforme é mostrado na figura a seguir, na numeração binária os dígitos vão tendo pesos da direita para a esquerda e são potências de 2, isto é, dois elevado ao expoente zero que é um, dois elevado ao expoente 1 que é 2, dois ao quadrado que é 4 e assim por diante.

É o suficiente lembrar que a cada vez que há um deslocamento para a esquerda o peso do dígito dobra.

Não existe um limite para os valores dos pesos, isso significa que é possível representar qualquer quantidade em binário, por maior que seja, simplesmente usando o número apropriado de dígitos.

Para 4 dígitos podemos representar números até 15, para 8 dígitos podemos ir até 255, para 16 dígitos até 65 535 e assim por diante.

É preciso lembrar-se dos valores limites para 4, 8 e 16 dígitos de um número binário, pois eles têm grande importância na Informática.

Postagens relacionadas
  • Dígitos Binários e Níveis Lógicos
  • Vantagens dos Sistemas Digitais
  • Grandezas Analógicas e Digitais
  • A Lógica Digital
  • Representação Binária
  • As Operações Lógicas
  • Posts mais acessados
  • Teste de Bateria (14867)
  • Antena Para Celular (12294)
  • Amplicador 60 W RMS (9739)
  • Os Gatos & Dúvidas (8320)
  • Ganhar na Loto Fácil? (5910)
  • Utilize a busca para encontrar o tema de seu interesse.
    Pense no meio ambiente antes de este link.   Dúvidas? Acesse o Fórum