O Espaço Infinito

É preciso deixar estabelecida, aqui, a existência do vácuo ou éter, que não deve ser confundido com a sustância medicinal com o nome igual.

Muitos acreditam que os espaços vazios contêm simplesmente ar, isto é um grande erro, porque o ar é composto de gases perfeitamente identificáveis e cujas propriedades são conhecidas.

O ar que respiramos, por exemplo, enche o espaço em volta do nosso planeta, porém não ultrapassa uma grande altura da superfície terrestre.

Certamente você sabe que os aviadores que voam a 15.000 metros de altura, por exemplo, precisam usar máscaras de oxigênio para não serem asfixiados por falta de ar, que é rarefeito nessa altura.

Nesses grandes espaços do firmamento não só falta o ar, como quaisquer outros gases.

Se não existe ar, gases ou algo conhecido, devemos supor a existência de outro meio especial, até o momento ainda não identificado.

A este meio, a este algo não conhecido, resolveu-se chamar vácuo, éter ou espaço interplanetário.
E este meio especial existe também na terra, ocupando espaços vazios dentro do átomo, nesses casos chama-se vácuo, éter ou espaço interatômico.

Portanto, a resposta às nossas questões iniciais está aqui:

Portanto, a nossa conclusão é que os astros são separados entre si pelo vácuo ou éter, ou espaço interplanetário.
O vácuo, éter, espaço interplanetário e espaço interatômico são palavras que você e mpregará sempre em relação aos espaços vazios.

A luz, as ondas empregadas na comunicação por rádio e certas radiações invisíveis propagam-se, isto é, caminham através do espaço vazio, outras vibrações, entretanto, como o som, não podem fazer isso, porque necessitam de um meio de propagação mais tangível ou palpável, como o ar, a água, os metais, a própria terra, etc.

Na figura acima se tem uma dimensão da distância percorrida por um raio de luz num segundo, para se ter uma idéia desta distância, basta dividir a velocidade da luz pelo diâmetro da terra, que já se conhece.

Assim, 300.000* / 12.900** = 23.
* 300.000 – Velocidade da luz
** 12.900 – Diâmetro da terra

Com base no cálculo acima, chegamos a conclusão que a distância que um raio de luz percorre em um segundo é igual a 23 terras colocadas lado a lado.

A figura abaixo mostra, graficamente, mais uma idéia da grandeza infinita do Espaço.

Observe, agora o seguinte :

O nosso sistema solar pertence a um sistema de corpos celestes chamado de galáxia, a galáxia a qual faz parte o nosso sistema solar chama-se via-láctea e é formada por mais o menos 30.000 estrelas principais, e nesse aglomerado, o nosso sistema solar representa apenas um ponto.

A figura acima é uma representação gráfica de uma seção do Universo.

Para medir a galáxia ou as distâncias intergalácticas, usa-se uma unidade astronômica chamada ano-luz, equivalente a cerca de 9.3 trilhões de Km (mais ou menos 9.3 X 10000000000000).

Então concluímos que a luz percorre 93000000000000 Km no período de um ano.

Sempre tem alguém que vai perguntar, e o que tem isso a ver com eletricidade ou com eletrônica?

Eu respondo o seguinte: Vá guardando essas informações, quando menos você esperar, você vai precisar.

Postagens relacionadas
  • Retificadores e Nomenclaturas
  • Assim Surgiu a Eletrônica
  • Repelente Não Funciona
  • A Corrente é …..
  • Excesso de Corrente
  • Porque Não Atendo
  • Posts mais acessados
  • Teste de Bateria (38778)
  • Gerador Números Celular (29097)
  • Antena Para Celular (28773)
  • Amplicador 60 W RMS (21153)
  • Os Gatos & Dúvidas (19489)
  • Utilize a busca para encontrar o tema de seu interesse.
    Pense no meio ambiente antes de este link.