Lâmpada Automática

Antes de qualquer coisa quero deixar claro que não me responsabilizo por nada que venha a acontecer e que seja relacionado a este ou a outros circuitos por mim disponibilizados.

Todo técnico, todo curioso, ou todo metido deve zelar pelo seu próprio bem estar, e todo cuidado é pouco quando se manuseia eletricidade, como é o caso desse circuito, sendo assim, se não sabe o que vai fazer, não faça.

Quando se fala em economia na conta de energia elétrica, atos simples como apagar uma lâmpada, acabam gerando grande economia.

Mas ações simples passam a ser esquecidas ou ignoradas.

O ato de acender uma lâmpada ao passar pelo corredor, pela escada, ou ao entrar num recinto é normal.

O que não é normal é lembrar-se de apagar a mesma lâmpada quando não existe mais a necessidade que ela esteja acesa.

Que me atire um bolo de notas de cem reais quem nunca se esqueceu de apagar as luzes.

Foi pensando nisso que o circuito que apresento foi criado.

Observando o circuito é possível perceber a simplicidade.

Mas não se enganem, a simplicidade e a eficiência caminham juntas, quem montar o circuito vai confirmar o que digo.

O circuito eletrônico que proponho tem por finalidade acender uma lâmpada de LEDS por um tempo pré-definido pelo circuito.

Ao pressionar uma chave de pressão a lâmpada acenderá e irá apagar automaticamente depois de certo tempo.

Com os valores sugeridos no esquema, o tempo que a lâmpada fica acesa é de 20 segundos.

Os componentes que determinam o tempo que a lâmpada fica acesa depois do toque na chave são C3 e R2, no esquema o tempo é de 20 segundos,

Para alguns é um tempo razoável, para outros é preciso um tempo maior, nesse caso basta aumentar o valor de C3 e/ou o valor de R2, no caso de C3 não deve passar de 2200 uF e R2 não deve ser maior do que 2M2.

Outra dica é que o circuito pode funcionar tanto em 220 volts, para funcionar em 110 volts, C1 deve ser trocado para um capacitor de 1 uF x 250 volts ou mais, e deve ser um capacitor não polarizado.

Devido as razões que já expliquei em outra oportunidade, a partir de 2017 não são mais disponibilizados os esquemas no Ibytes, mas quem quiser copiar o esquema assista esse vídeo e copie o esquema.

Quem desejar poderá adquirir por um valor simbólico o layout da placa de circuito impresso em nossa loja virtual.

Os componentes utilizados são todos de uso geral, baratos e fáceis de serem encontrados, deixo a lista no final do post.

Aos montadores sem experiência em montagens desse tipo, recomendo que deixem esse projeto de lado, a não ser que tomem os devidos cuidados em relação a energia elétrica.

O circuito funciona direto na rede de 110 ou 220 volts, e levar choques é uma certeza se estiver conectado a rede elétrica.

Por isso, execute a montagem sem conectar o circuito na tomada.

Ao terminar a montagem, confira todas as ligações antes de fazer o teste de funcionamento.

Para testar, coloque o circuito sobre uma mesa limpa e de material não condutivo.

Ao plugar na tomada, a lâmpada irá piscar, mas permanecerá apagada.

Pressione a chave de pressão por um instante, a lâmpada irá acender e depois apagar de acordo com os valores dos componentes que determinam o tempo de acendimento.

Uma vez que a lâmpada tenha apagado, será preciso um novo toque na chave de pressão para que ela acenda novamente.

Quando o teste de funcionamento for concluído, desligue o disjuntor geral para fazer a instalação definitiva no lugar que você achar conveniente.

O circuito foi previsto para ser retirado o soquete E27 em uma instalação funcionando e instalar a entrada desse circuito no lugar desse soquete.

E na saída desse circuito, instalar o soquete E27. Simples assim.

A respeito de soquete, uma observação se faz necessária, bocal, soquete e boquilha tem o mesmo significado na linguagem popular.

Mas nome técnico para o dispositivo onde é encaixada ou rosqueada uma lâmpada é receptáculo, obrigado ao meu irmão Enio pela observação.

Instale a chave de pressão em local acessível.

Um detalhe adicional a respeito da instalação é que dá para instalar chaves de pressão em paralelo, isso possibilita que vários locais possam ligar a mesma lâmpada.

Ainda observo que o circuito foi elaborado para funcionar com lâmpadas de LEDs, mas as lâmpadas eletrônicas que foram testadas funcionaram normalmente.

Obviamente, que a curiosidade é grande, então, daqui em diante, cada um por sua conta e risco.

Componentes:
R1 = Resistor de 100 ohms por 1 watt (Resistores de 82 a 120 ohms funcionam normalmente)
R2 = Resistor de 100K Ohms (esse resistor determina o tempo que a lâmpada fica acesa)
R3 = Resistor de 470R (Funciona com resistores de 390R a 560R)
R4 = Resistor de 220R (Funciona com resistores de 180R a 330R)
C1 = Capacitor de poliéster de 470KpF por 600 volts (Funciona de 470KpF a 560KpF)
OBS: Para redes elétricas de 110 volts, C1 deve se de 1 uF por 250 volts.
C2 = Capacitor eletrolítico de 470uF x 35 volts
C3 = Capacitor eletrolítico de 100uF x 25 volts (esse capacitor em conjunto com R2 determina o tempo de acendimento da lâmpada.
D1, D3 = Diodo 1N4007 ou equivalente (qualquer diodo retificador)
D2 = Diodo Zener 1N4735 (diodo zener de 1 watt)
D4 = TRIAC TIC 226D ou equivalente (diodo controlado de silício)
CI1 = NE555, LM 555 ou equivalente
CI2= MOC 3043 Foto Acoplador
Chave de pressão miniatura do tipo push

Adicionais
Placa de circuito impresso
Fios, solda, e conhecimento para executar a montagem.

Postagens relacionadas
  • Oscilador Duplo Com Um CI
  • Oscilador 15 a 200 KHz
  • Oscilador de 45 MHz
  • Bloqueador de Sinal GPS
  • Adeus Bateria de 9 Volts
  • Eliminador Baterias
  • Posts mais acessados
  • Teste de Bateria (43703)
  • Gerador Números Celular (37917)
  • Antena Para Celular (31836)
  • Amplicador 60 W RMS (23222)
  • Os Gatos & Dúvidas (21781)
  • Utilize a busca para encontrar o tema de seu interesse.
    Pense no meio ambiente antes de este link.