Mais Sobre Antenas (R)

Freqüentemente recebo mensagens solicitando medidas ou solicitando que eu faça antenas para determinadas faixas de frequências  claro que a cada dia que passa o Ibytes vai crescendo e isso acaba sendo normal.

Mas não vivo do Ibytes, para mim é um hobby, não existem funcionários, não existe ninguém, eu mesmo tive que montar o site, e agora quero mantê-lo, mas não posso atender a cada um dos pedidos individualmente por mais que eu tenha vontade.

E foi por isso que criei um artigo com um script que faz o cálculo de antenas, é só digitar a freqüência na qual é pretendida a utilização da antena e o resultado é mostrado com os detalhes das medidas.

Grande parte das antenas tem como base o dipolo aberto ou dipolo dobrado, claro que existem diversas variações, mas é comum ter como base o dipolo, sendo assim, uma antena dipolo é formada por dois elementos calculados de acordo com a freqüência de operação do transmissor.

Aí vem aquela histórica pergunta: meu transmissor tem cem canais, e agora como eu faço?

A solução é simples, basta saber a freqüência de operação mais baixa e a mais alta, a antena deve ser calculada para a freqüência central, ou seja, se o transmissor tem 100 canais e pula seguidamente de um em um canal, a antena deve ser calculada para o canal 50, obviamente que o manual do transmissor tem alguma informação sobre a freqüência de operação, geralmente da freqüência mínima a freqüência máxima.

Existem casos onde é pretendido que a freqüência a ser utilizada seja a correspondente ao canal 80, então, descubra a freqüência do canal 80 e calcula-se a antena para o canal 80, ou para o canal 30 se for o caso, se é pretendido o uso dos canais abaixo do canal 50, então calcula-se a antena para o canal 25, e assim por diante.

Nem todo transmissor transmite e recebe na mesma freqüência, podem existir diferenças de 600 KHz a 10 MHz, isso quer dizer que a antena poderia não servir para um transmissor com essas características, mas essa é uma ideia totalmente errada, calcule a antena para a freqüência de transmissão, esqueça o resto, no próprio equipamento existem recursos para aumentar o ganho de recepção em função do desvio da freqüência na recepção da antena.

Como calcular antenas é mostrado no link Faça Você Suas Antenas, veja que se o resultado do dipolo for dois elementos de 50 centímetros e a antena será uma direcional de 3 ou mais elementos,siga as medidas do cálculo.

Mas se o desejo é montar uma antena plano terra do tipo pé de galinha, e o resultado foi que o dipolo teria 50 centímetros cada elemento, então serão necessários quatro elementos do mesmo tamanho, ficará um elemento na posição vertical e os demais elementos poderão ficar a 45 ou 90 graus.

O mesmo vale para antenas do tipo L, V invertido, escorrega passarinho que é uma antena L com 45 graus, ou até mesmo a mais simples das antenas, o famoso bigode de gato, não importa o tipo da antena, dos tipos de antenas que foram citados, todos tem dois elementos dos mesmos tamanhos e separados um do outro e isolados.

A antena do tipo plano de terra segue o mesmo princípio, mas ao invés de um elemento ele pode três ou até mais elementos, sem contar com o elemento vivo, que fica na posição vertical e os demais elementos ficam na posição de 45 ou 90 graus, conforme a vontade do montador.

O ganho de antena existe e dá bastante resultado, mas para isso a antena deve ser instalada no local mais alto possível, e matérias para antenas são alumínio, fios, rebites e cortar do tamanho certo, ou seja, cortar para a freqüência de trabalho da antena ou o mais próximo possível.

Como existem transmissores que geralmente não vem de fábrica com conectores para antena externa, dependendo da habilidade de cada um pode ser instalado, nesse caso devem ser escolhidos conectores apropriados para radiofrequência.

E daí? Fiz a antena, até onde ela alcança? Sinceramente, não tem como dizer exatamente qual é o alcance de uma transmissão de um determinado tipo de transmissor com um certo tipo de antena, não importando qual o tipo que seja.

Na verdade, o alcance de transmissão depende de vários fatores como o tipo de equipamento ou montagem, do tipo de antena, da topografia do terreno, dos tipos de equipamentos envolvidos, enfim, até a propagação das ondas eletromagnéticas tem influência no alcance da transmissão.

Somente com a leitura de bons textos relacionados ao assunto e de montagens de pequenos circuitos de radiofrequência será obtida experiência referente às montagens dos circuitos e principalmente na montagem de antenas, a cada nova antena montada, uma nova experiência é acumulada, claro que devem ser feitas anotações para saber dados referentes ao desempenho, tamanho e tudo que for julgado importante.

Tem algo que não é dito, qualquer um pode e conseguirá fazer qualquer coisa, desde a montagem de um simples circuito até a montagem de um circuito bem complexo, o mesmo vale para a montagem de antenas, sem contar que, de certa forma, tem que correr radiofrequência nas veias ao invés de sangue, porque para quem não tem radiofrequência nas veias a primeira tentativa frustrada é motivo para desistir de tudo, eu apenas dou um tempo, em outra oportunidade volto e alcanço meu objetivo.

Postagens relacionadas
  • Direcional Para 5.8 GHz
  • Teste de Módulos de RF
  • Módulos de RF 433 MHz
  • Celular Nos Confins
  • Bloqueadores de RF
  • As Ondas de Rádio
  • Posts mais acessados
  • Teste de Bateria (14532)
  • Antena Para Celular (12042)
  • Amplicador 60 W RMS (9583)
  • Os Gatos & Dúvidas (8153)
  • Ganhar na Loto Fácil? (5803)
  • Utilize a busca para encontrar o tema de seu interesse.
    Pense no meio ambiente antes de este link.   Dúvidas? Acesse o Fórum