Fonte Sem Trafo (100 mA)

Todos que gostam de eletrônica em algum momento precisaram de uma fonte mesmo que fosse de pequena potência para alimentar algum aparelho pequeno.

Muitas vezes essa mesma fonte pode precisar ficar ligada durante horas ou meses já que o consumo é baixo, em desvantagem existe a baixa corrente fornecida, que é da ordem dos 100 miliampères (100 mA), mas o suficiente para muitas aplicações.

O circuito proposto é ligado diretamente na rede elétrica com tensão de 110 ou 220 volts, por isso, mais uma vez escrevo que é preciso ter cuidados ao manusear eletricidade, principalmente quando a tensão passa dos 80 volts.

Não foi previsto para o circuito uma chave liga-desliga, então comecemos por F1 que é um fusível de 250 miliampères, R1 é de 1,2K (1200 ohms) por 2 watts de dissipação, nem o resistor e nem o fusível tem posição definida para serem ligados ao circuito.

C1 determina a capacidade do circuito em fornecer corrente, um valor muito baixo fornece pouca corrente e um valor muito alto estoura os demais componentes do circuito, assim, para uma rede elétrica de 220 volts, C1 deve ser de 470 nF por 450 volts ou mais e não deve ser capacitor polarizado.

Para rede elétrica de 110 volts, C1 deve ter 1 uF por 300 volts e R1 deve ser alterado para 560 ohms por 2 watts, nesse circuito, relembro que C1 deve ser despolarizado, portanto, não tem terminal definido para ser ligado ao circuito.

D1 e D2 são diodos zener de 1 watt, muita atenção no modo como devem ser ligados, o esquema deve ser seguido em 100%.

A ponte diodos pode ser uma ponte de diodos para 1 ampère, ou formar uma ponte com 4 diodos 1N4007, portanto, muita atenção nas ligações.

C2 tem como função filtrar a tensão, a tensão mínima de trabalho desse capacitor é 25 volts, o recomendado é 50 volts.

R2 limita a corrente, a dissipação de 1 watt é suficiente, se houver aquecimento para muito mais do que morno, existe algo errado com o circuito ou o circuito alimentado pela fonte está exigindo mais do que a fonte pode fornecer.

D3 estabiliza a tensão em 12 volts, e a simples troca por diodos de outras tensões altera a característica final da fonte, então, se for usado um diodo de 5 volts no lugar do D3, teremos 5 volts na saída, portanto, uma fonte muito versátil e para várias aplicações com a simples troca de um componente.

Não solde nenhum componente com o circuito ligado na tomada, solde tudo antes, revise, revise novamente, e quando tiver certeza que o esquema foi seguido corretamente pode ligar o circuito na tomada.

Ao terminar a montagem e testar, saiba que tanto o circuito alimentado quanto o circuito sugerido podem dar choques, isso pode ser amenizado utilizando uma chave de testes e inverter a posição dos fios de entrada na tomada para que no negativo do circuito não dê choques.

E para desavisados, depois de desligar da tomada, por um período de 1 hora o capacitor C1 pode dar choques se for tocado em seus terminais, portanto, antes de mexer no circuito, descarregue o capacitor C1.

fonte_sem_trafo

 

Postagens relacionadas
  • Adeus Bateria de 9 Volts
  • Eliminador Baterias
  • Campainha Sem Fios
  • Lâmpada Inteligente
  • Lâmpada Automática
  • Detector de Presença
  • Posts mais acessados
  • Teste de Bateria (38786)
  • Gerador Números Celular (29122)
  • Antena Para Celular (28782)
  • Amplicador 60 W RMS (21158)
  • Os Gatos & Dúvidas (19497)
  • Utilize a busca para encontrar o tema de seu interesse.
    Pense no meio ambiente antes de este link.