Economia Sem Gato

Muito se fala em economia de energia elétrica, mas poucos realmente fazem economia, e alguns por desconhecimento e outros porque acham que fazendo o tal gato de luz estarão se livrando da conta de luz, ledo engano, cedo ou tarde a conta real vai chegar.

Para não ter surpresas desagradáveis, usar a energia elétrica com os devidos cuidados é essencial para um valor aceitável no final do fechamento da conta, nos lares onde os filhos tem medo do escuro e não suportam o calor, os pais tem medo da conta no final do mês.

Não é difícil aprender a calcular o consumo dos aparelhos existentes em casa e assim além de economizar energia vai prolongar a vida dos eletrodomésticos.

Veja a seguir alguns equipamentos que gastam mais energia elétrica nas residências e a maneira para acompanhar e calcular o consumo.

Nesses dias de forte calor o melhor amigo é sem sombra de dúvidas o ar condicionado, mas na hora de pagar a conta vem o arrependimento, apesar de resfriar e ventilar ambientes, na hora de pagar a conta a cabeça esquenta.

Para se ter a noção de consumo e custo, um aparelho de ar condicionado de 12000 BTU com potência elétrica de 2,0 Kw ficando ligado 8 horas por dia consome 258 KW durante um mês, os valores do quilowatt variam de região para região e de horário para horário (a tal bandeira), na minha conta vem especificado R$ 0.61 por KW (fora a bandeira), então só de consumo do ar condicionado são R$ 157,38, para chegar a esse valor basta multiplicar 0,61 por 258.

Se sua geladeira for de algum modelo antigo, você pode considerar 150 kW de consumo por mês, então o cálculo para saber quanto uma geladeira antiga gasta de energia elétrica durante um mês, basta multiplicar 0,61 por 150, o resultado é R$ 91,50.

Geladeiras novas gastam muito menos, variando de 25 a 40 KW mensais, dependendo da capacidade em litros, como exemplo, uma geladeira de 280 litros consome 25 KW por mês.

Num comparativo de consumo entre uma geladeira antiga e uma geladeira moderna assusta qualquer um, mas os números não mentem, pois 0,61 multiplicado por 25 temos como resultado R$ 15,25, é uma comparação absurda, mas é real.

O chuveiro elétrico é outro vilão nas despesas com consumo de energia elétrica, principalmente aqueles que só tem a posição verão e inverno na chave, mas fazendo um investimento em um bom chuveiro haverá retorno financeiro em poucos meses, talvez em semanas.

Num chuveiro com controle de temperatura da água, a potência do chuveiro pode variar de acordo com a posição da chave, ou seja, existe controle de potência, ela pode variar de 2.000 (morno) watts até a potência total, normalmente 6.000 (quente) watts.

Para calcular a quantidade de watts que um chuveiro consome, usamos a potencia do chuveiro dividida por mil e multiplica-se o valor obtido pelo número de horas.

Então, um chuveiro de 5000 watts, ligado por 2 hora por dia vai consumir 300KW por mês.

A expressão matemática (com os valores sugeridos) é a seguinte:

TWatts = ((5000 / 1000) x 2) x 30.

Onde Twatts é o total de watts, 5000 é a potência do chuveiro, 2 é a quantidade de horas que o chuveiro fica ligado em cada dia, e 30 é a quantidade de dias do mês.

Para saber quantos quilowatts por hora:

Twatts = 5000w/1000 X 1

Como é fácil de perceber, podemos saber antecipadamente o consumo de cada equipamento baseado em dados impressos no equipamento ou no manual de utilização do equipamento.

De em modo geral, os cálculos são fáceis de fazer, faça de cada equipamento e anote, depois some todos os dados obtidos, o total será a previsão de consumo mensal, e com base nos dados, será possível deixar algum equipamento menor tempo ligado, ou quem sabe, desligar equipamentos antes de sair do ambiente.

Equipamentos velhos gastam mais energia do que equipamentos novos, os principais fatores são as novas tecnologias empregadas na fabricação, e o desgaste natural dos equipamentos.

Com atitudes simples é possível fazer economia e proteger os equipamentos de descargas elétricas, veja uma lista de atitudes que vai ajudar na durabilidade do seu equipamento:

1) Desconecte todos os eletrodomésticos e eletroeletrônicos das tomadas em dias de chuva com descargas elétricas.

2) Evite o uso de benjamins (aquelas tomadas em T) para ligar vários aparelhos.

3) Desligue os aparelhos da tomada quando faltar energia para reduzir o risco de danos quando a energia voltar.

4) Desligue lâmpadas, ar condicionado e TVs em ambientes desocupados.

5) Ao fazer instalações elétricas, use fios adequados e evite emendas mal feitas.

6) Não dê oportunidade para curiosos fuçarem nas suas instalações, um profissional habilitado é o recomendado para fazer serviços elétricos.

Postagens relacionadas
  • O Disjuntor e a Segurança
  • Eletricidade e Segurança.
  • Gerar e Usar a Energia
  • Gerar Energia Infinita
  • Eletricidade e Eletrônica
  • Transformadores de Tensão
  • Posts mais acessados
  • Teste de Bateria (17374)
  • Antena Para Celular (14512)
  • Amplicador 60 W RMS (11167)
  • Os Gatos & Dúvidas (9873)
  • Ganhar na Loto Fácil? (6757)
  • Utilize a busca para encontrar o tema de seu interesse.
    Pense no meio ambiente antes de este link.   Dúvidas? Acesse o Fórum