Porque Usar Grade

Desde que as ondas eletromagnéticas foram descobertas a ciência de um modo geral procura utilizá-la nos mais diversos campos, mas a aplicação mais óbvia e popular é na transmissão de voz, vídeo e dados, e como sabemos, não importa o que desejamos transportar através das ondas de rádio, essas ondas e as antenas estão interligadas, e uma não funciona bem sem a outra, quer a gente queira, quer não queira.

Nas transmissões experimentais feitas pelo Padre Landell de Moura e por Marconi logo ficou claro que não era só a potencia de transmissão que fazia com que o alcance se tornasse maior, o acréscimo de pedaços de fios deixava claro que o rendimento era maior, desde que o receptor tivesse um pedaço de fio do mesmo tamanho que o receptor, mas isso era feito sem se preocupar com frequência.

Não demorou em Marconi descobrir e comprovar que a frequência do transmissor tinha relação com o tamanho do “enorme” pedaço de fio que era usado “naquela” época, e assim surgiu a antena, que comprovadamente tem relação direta com a frequência.

Com o passar do tempo foram sendo acrescentados elementos cuja finalidade era dar maior ganho, surgia a antena direcional, as antenas Marconi tinham como principal característica a meia onda, ao passo que as antenas Yagi a principal característica é serem de ¼ de onda, mas experimentadores fazem antenas de onda completa a frações da onda da frequência de operação.

Nos últimos tempos as frequências têm sido ocupadas quase que desordenadamente e o ruído gerado por tantas frequências tão próximas atrapalha todas as estações, não é possível aumentar a potência, pois os órgãos limitaram a potência justamente para que o espectro não seja “invadido por um ou dois usuários” que utilizando equipamentos com muita potência “tomassem conta das frequências”.

Com a finalidade de obter mais ganho sem aumentar a potência de transmissão dos equipamentos, além de usar antenas direcionais são utilizados refletores, cuja finalidade é refletir e concentrar os sinais de radiofrequência, esses refletores são conhecidos popularmente como grade.

Os refletores não são exatamente uma novidade, desde os tempos do surgimento da antena parabólica já era utilizado o refletor em formato de “parábola”, daí o nome parabólica, e devido a grande quantidade de redes wlan e sendo refletores de tamanhos reduzidos acabaram se tornando populares.

Populares mas nem tanto, existem muitas frequências que não existem refletores, as redes de telefonia não investem nesse tipo de antena, afinal, um aparelho celular com antena externa só se for caso de vida ou morte.

Para resumir, o tamanho do refletor não tem tanta relevância, mas ele deve ser construído de forma que fique leve ou “vazado” para que o vento não interfira no seu posicionamento, a curva de abertura determina a direção da concentração dos sinais captados, em todo caso, quanto maior for a “parábola” mais sinais sem sintonia são captados.

Definida a abertura e o tamanho do refletor terá que ser definido também o local exato onde deve ficar a antena que vai receber a reflexão dos sinais captados, nessa hora só muita experiência e bom equipamento de medição encontrará qual é a melhor posição da antena em relação ao refletor, que no popular é chamado de “grade”.

Postagens relacionadas
  • Direcional Para 5.8 GHz
  • Teste de Módulos de RF
  • Módulos de RF 433 MHz
  • Celular Nos Confins
  • Bloqueadores de RF
  • As Ondas de Rádio
  • Posts mais acessados
  • Teste de Bateria (14816)
  • Antena Para Celular (12236)
  • Amplicador 60 W RMS (9717)
  • Os Gatos & Dúvidas (8303)
  • Ganhar na Loto Fácil? (5898)
  • Utilize a busca para encontrar o tema de seu interesse.
    Pense no meio ambiente antes de este link.   Dúvidas? Acesse o Fórum