Semáforo Sinal Sonoro

O que nós fazemos quando chegamos a um local onde existe um semáforo? Certamente que a resposta é olhar para ver as cores e saber se podemos atravessar a rua com segurança, mas aquelas pessoas que não podem ver as cores do semáforo sentem muita dificuldade e dependem de outras pessoas para lhes dizer se podem ou não atravessar a rua com segurança.

No mundo agitado atual, ver um cego passando dificuldades para atravessar uma rua é normal, ajudá-lo a atravessar a rua então nem pensar, a verdade é que a educação que é dada aos filhos atualmente é muito deficiente, além de não poder mais educar os filhos porque não pode mais nem puxar a orelha, os pais não estão mais preocupados com a educação dos filhos, por isso colocam a responsabilidade na escola, que por sua vez tem a obrigação de transmitir conhecimento, entendo que a educação começa é na própria casa, mas deixando esse assunto de lado, voltemos ao propósito do texto.

Uma pessoa com deficiência visual fica sem saber o que fazer quando está num local com um semáforo, mas se essa pessoa puder escutar, um sinal sonoro vai ajudar muito, e assim, depois de muitos e-mails solicitando ampliações e modificações no projeto Semáforo com LEDs (use a busca), resolvi criar um circuito que na verdade é um módulo adicional que vai emitir um sinal sonoro intermitente enquanto o sinal estiver aberto ou fechado.

A idéia é usar 12 volts na alimentação do circuito, assim o volume do som também será mais alto, o alto falante ou quem sabe uma corneta deve ser escolhida em função do ajuste que vai ser feito no trimpot (TP1), se pretende som mais grave o alto falante é o recomendado, para sons mais agudos recomenda-se a utilização da corneta, de qualquer modo, utilizei 8 ohms para ajustar, no circuito de teste utilizei trimpots de 470K ohms a 1M5 ohms, gostei mais dos ajustes obtidos com o de 1M5, até um som de lambreta obtive, na verdade, o TP1 ajusta apenas a freqüência do oscilador final.

Dependendo da freqüência de operação o TIP 31 esquenta por isso recomendo a utilização de radiador de calor, para alterar a freqüência, ou o timbre sonoro, o capacitor de 470 nF e o resistor de 2K7 podem ser alterados de acordo com o gosto do montador.

O circuito conforme mostrado emite bips com intervalos de 1 segundo mais ou menos, mas se desejar alterar o tempo dos bips, o capacitor CX pode ser alterado para mais ou para menos, valores menores de capacitâncias fazem os intervalos serem mais curtos, pode até ser ouvido um som contínuo, capacitâncias maiores fazem os intervalos ficarem maiores, enfim, um circuito totalmente adaptável e podem ser feitas experiências.

O acionamento do circuito que tem a função de fazer com que os bips sejam em intervalos, tem como base o famigerado e versátil LM 555, onde é utilizado o recurso de habilitar ou desabilitar o funcionamento do oscilador, essa função é feita através do pino 4 do LM 555, assim, quando o pino 4 estiver positivo o circuito oscila e quando o pino 4 estiver com a tensão próxima de zero volt, o circuito fica em stand by.

Um CI do tipo 4N25, que é um foto acoplador executa a função de polarizar o pino 4 do CI LM 555, claro que podemos utilizar um foto-transistor e um diodo para fazer a mesma coisa, mas com circuito integrado além de funcionar com mais eficiência, também fica mais barato.

No CI 4N25 os pinos 3 e 6 não são utilizados, o pino 5 corresponde ao coletor e o pino 4 corresponde ao emissor de um transistor bipolar comum, o pino 2 corresponde ao anôdo e o pino 1 corresponde ao catôdo de um diodo emissor de luz (LED).

O RX ligado no pino 1 do CI 4N25 tem a função de limitar a corrente, isso é interessante, pois é possível usar o valor de 1K ohms e ligar no circuito semáforo de LEDs, e deve ser observada a posição de ligação, se o LED for ligado invertido todo o circuito não funciona.

Mas se preferir utilizar o circuito num semáforo convencional e retirar o sinal de acionamento diretamente da lâmpada, basta que seja utilizado no lugar de RX um resistor de 150K ohms, nesse caso, note que o circuito oscilador e acionador ficam isolados do circuito de alta tensão, e mais um detalhe é que nem é preciso observar a posição de ligação do LED.

Na opção de utilização acredito que se descarta o amarelo, dependendo do gosto e da necessidade, o sinal sonoro pode ser ativado quando estiver verde, ou, quem sabe, quando estiver vermelho, obviamente que deve ser seguido um padrão, quem utilizar o sinal sonoro como parâmetro deve ser informado que o sinal sonoro é emitido quando a cor é tal cor.

Um circuito mais complexo poderia ser com controle remoto que fosse operado pelo próprio cego, assim o sinal fecharia e um estridenten sinal sonoro seria emitido para que nenhum motorista possa dizer que não ouviu o sinal sonoro ou não viu que o semáforo mudou as cores de orientação.

Bem, o circuito eletrônico é mostrado na figura abaixo, os valores dos componentes já são mostrados no diagrama, os transistores tem posição certa para serem soldados, assim como o CI LM 555 e também o CI 4N25.

Postagens relacionadas
  • Faróis Apagados?
  • Proteja Portas e Janelas
  • Fazer Bengala Eletrônica
  • Lâmpada de Corredor ou Escada
  • Sem Pânico Para Idosos (P2)
  • Sem Pânico Para Idosos (P1)
  • Posts mais acessados
  • Teste de Bateria (14904)
  • Antena Para Celular (12330)
  • Amplicador 60 W RMS (9774)
  • Os Gatos & Dúvidas (8348)
  • Ganhar na Loto Fácil? (5927)
  • Utilize a busca para encontrar o tema de seu interesse.
    Pense no meio ambiente antes de este link.   Dúvidas? Acesse o Fórum