Amplificador RF 1 Watt

O esquema mostrado abaixo é de um amplificador de RF universal para a faixa dos 100 a 200 MHz, é ideal para ser utilizado para aumentar a saída de pequenos transmissores de baixa potência.

Para excitar de forma correta, a entrada do amplificador deve ser excitada com pelo menos 100 mW, assim é obtida uma saída de RF próximo de 1 watt.

É recomendado que o circuito do amplificador de RF fique em uma caixa blindada, preferencialmente metal ou alumínio, além de ligações curtas e com cabos blindados.

Os capacitores devem ser todos de boa qualidade, recomenda-se os de disco cerâmico, os transistores podem ser o MRF227 que vai até 250 MHz, na falta deste pode ser o 2N5109,que vai até 150 MHz.

L1 é de 82 uH e L2 47 uH, para quem desejar fabricar, L1 tem 5 espiras de fio 22 AWG sobre forme de 5 milímetros, L2 tem 3 espiras de fio 22 AWG sobre forma de milímetros, ambas com núcleo de ar, obviamente que devem ser feitos ajustes em função da sugestão de valores aproximados, o XRF tem 12 uH, pode ser feito com 7 voltas de fio 22 AWG sobre uma base de 2 milímetros, uma boa referencia é carga de uma caneta BIC, lembre-se que foi citada a bitola dos fios em AWG, pressupõem-se que o montador saiba que trata-se de fios esmaltados.

A alimentação do circuito é com 12 volts, preferencialmente de bateria para evitar a captação do riple de 60 hertz que geralmente existe nas fontes com filtragem deficiente.

Caso haja aquecimento fora do normal (pouco mais que morno) no transistor, pode ser usado um dissipador de calor, mas isole o coletor do radiador para evitar o aumento da capacitância, o que pode causar problemas de instabilidade.

Pense no meio ambiente antes de este link.
Utilize a busca para encontrar o tema de seu interesse
 
  Compartilhar Link no Facebook