Evitando as Escutas

Pequenos transmissores de Freqüência Modulada (FM) são utilizados com uma freqüência muito maior do que se imagina, e sempre para espionagem, e podem ser montados por aqueles que tem uma certa experiência e até comprados prontos com certa facilidade, mas não é para todos que é fácil a montagem, pois apesar de ser um pequeno circuito, ele trabalha com rádio freqüência (RF) e isso é algo que se tem conhecimento da existência.

A rádio freqüência não pode ser vista, mas pode ser sentida em nosso corpo quando é usada para fins medicinais, como o bisturi eletrônico, por exemplo, e é detectada através de equipamentos e pelo próprio circuito receptor, tanto é verdadeiro tal fato que, nos aviões é proibido utilizar celulares, pois na verdade, são aparelhos de rádio transmissores e rádios receptores num aparelho só.

Uma coisa é certa e definitiva, quem compra ou se aventura a montar um aparelhinho desses, experimenta algo que vicia para sempre, e não existe tratamento para esse vício que não prejudica a saúde, não se ouve dizer que um rádio amador parou de operar definitivamente, ele deixa de operar por algum tempo, logo depois bate a recaída e começa tudo novamente, duvido algum rádio amador negue isto.

O fato é que a possibilidade da escutar com facilidade as conversas alheias significa uma grande vulnerabilidade na privacidade das pessoas e também das empresas, imagine aquela reunião do seu chefe com os superiores dele sendo “bisbilhotada” e você sabendo de tudo que foi falado na reunião, o resultado pode ser uma catástrofe, mas também podem ser resolvidos problemas, e imagine no âmbito pessoal, é melhor ficar sabendo do que vai acontecer e quem sabe até prevenir ou impedir, do que receber como uma grande surpresa um presente de grego.

É claro que já recebi diversas reclamações e relatos de brigas (até sérias) por disponibilizar esquemas de aparelhos com a finalidade de bisbilhotar conversas alheias e gravar as conversas telefônicas, mas existem casos em que conversas da gente mesmo podem ser muito úteis se forem utilizadas para desmascarar aqueles vendedores mentirosos.

Mas existem pequenos aparelhos que fazem justamente ao contrário, isto é, impedem que as escutas e gravações sejam feitas por aparelhos do tipo micro transmissor de FM colocado na linha telefônica, ou um transmissor de FM colocado na sala de reuniões.

É possível utilizar um receptor especial (banda corrida) ou um medidor de intensidade de campo para detectar um aparelho de espionagem que possa estar escondido no escritório ou em salas de reunião, mas é muito mais barato ter um dispositivo que vai impedir ou dificultar a operação normal do espião dentro de um certo raio, sem contar que o anti-curioso poderá ser trocado de lugares, assim poderá proteger o ambiente de reunião, e ainda pode ser colocado estrategicamente para ser visto, isso desencoraja o curioso a colocar uma escuta naquele ou em outro ambiente, e se tiver a escuta, ela será “perturbada” pelo anti-curioso.

Não é preciso lembrar que geralmente as escutas são feitas com ajuda de gente de dentro, (a não ser que seja você mesmo) e se alguém de dentro souber do dispositivo de proteção, certamente vai espalhar pelos lugares.

Não é proposto a criação de coisas de outro mundo e nem coisas milagrosas sem explicação, o anti-curioso é um circuito que gera um ruído num raio de algumas dezenas de metros, impedindo que os receptores próximos possam identificar o sinal emitido pelo transmissor que possa estar escondido e emitindo os sinais.

O anti-curioso pode ser ligado em qualquer tomada e além de impedir a captação de sinais de rádios FM, também pode atrapalhar na recepção dos sinais de TV dos canais baixos e altos, pois também existem escutas nas faixas de freqüência de TV, e como detalhe, poderá ser usada esta opção para demonstrar a atuação do anti-curioso.

É evidente que a potência do anti-curioso é baixa, pois o aumento da potência iria atrapalhar as transmissões normais de canais de TV e de estações de rádio que estiverem próximas, para quem é rádio amador, sabe o que é TVI, o anti-curioso tem a mesma finalidade, ou seja, interferir na recepção de freqüências de rádio dentro de um raio, mas não interferir nas estações comerciais que estiverem sendo sintonizadas a mais de 40 metros do local onde se encontra o anti-espião.
Por isso, o anti-curioso é recomendado para estabelecimentos que não tenham residências próximas, pois podem existir interferências de TV e rádio, mas se seu vizinho adora aqueles shows da madrugada e a TV dele não é a cabo, é uma boa oportunidade para simular um defeito na TV do desrespeitador e você estará se colocando ao mesmo nível dele.

Como Funciona:

Aparelho eletrônico produz um sinal eletromagnético que cobre as freqüências de FM comercial num raio de algumas dezenas de metros com a finalidade de impedir a ação de pequenos espiões que possam estar operando no local.

Tecnicamente falando, o funcionamento do anti-curioso é assim descrito:

Um oscilador de áudio com base num circuito integrado 555 gera um sinal cuja freqüência gera muitos sinais harmônicos que acabam por gerar interferência.

Outra possibilidade é utilizar o circuito para testar receptores outros dispositivos que possam estar sujeitos a interferência.
Também existe a possibilidade de utilização para demonstração do eletromagnetismo em rádio transmissão e modulação em feiras de ciências, enfim, uma séria de outras, a imaginação é o limite.

Postagens relacionadas
  • Direcional Para 5.8 GHz
  • Teste de Módulos de RF
  • Módulos de RF 433 MHz
  • Celular Nos Confins
  • Bloqueadores de RF
  • As Ondas de Rádio
  • Posts mais acessados
  • Teste de Bateria (13874)
  • Antena Para Celular (11528)
  • Amplicador 60 W RMS (9276)
  • Os Gatos & Dúvidas (7838)
  • Ganhar na Loto Fácil? (5589)
  • Utilize a busca para encontrar o tema de seu interesse.
    Pense no meio ambiente antes de este link.   Dúvidas? Acesse o Fórum