Como Bloquear Celulares

Há uma grande discussão em torno do bloqueio de sinal para celulares que entram de forma ilegal dentro dos presídios, opa, ilegal não, são autorizados por alguém de alguma forma.

Mas não vou entrar nessa questão porque o objetivo é deixar que entrem celulares à vontade nos presídios e onde quer que desejarem.

Ao contrário do que falam e na mesma proporção que dizem haver problemas técnicos para realizar o bloqueio de sinal celular dentro dos presídios afirmo que é tão fácil quanto pegar um ônibus.

Desde que comecei a conhecer eletrônica gosto de radiofrequência, inclusive, fui reprovado no primeiro curso que fiz, o que me deu mais vontade ainda de explorar esse mundo fascinante e ser aprovado no curso seguinte.

Desde então, nas minhas horas de folga faço as minhas brincadeiras, mas sempre respeitando a lei brasileira que diz que não pode haver emissões de radiofrequência que atrapalhem as estações que tem permissão para transmitir.

Isso faz sentido, pois com 100 mW é possível transmitir a distâncias enormes ou até mesmo interferir na comunicação de uma aeronave com uma torre de controle, o que poderia causar a queda de um avião e muitas mortes.

Quem é do ramo sabe que um canal de TV pode ser tirado do ar com um oscilador de 5 mW de potência, para isso basta que esse oscilador esteja oscilando na exata frequência do canal de TV.

O mesmo acontece com uma estação de rádio FM, então como explicar que não é possível bloquear os sinais das operadoras de telefonia dentro dos presídios?

Não dá para acreditar que nos órgãos do governo não tem alguém competente ao ponto de saber que é perfeitamente viável e operacional bloquear os sinais da telefonia celular dentro dos presídios sem atrapalhar 200 metros em volta do presídio.

Sim, é possível bloquear o uso de celulares em presídios, é só uma questão de boa vontade.

A solução é instalar estações de rádio que emitem um ruído eletrônico que se confunde com o sinal dos telefones, o ruído sendo maior que o sinal captado os telefones ficarão fora de serviço, mas apenas na área controlada.

A coisa não é complicada como dizem, é até simples e é baseado apenas em interferência e consiste em antenas que emitem ondas de radiofrequência na mesma frequência em que a operadora de telefonia opera na região.

Para não atrapalhar as redondezas, as antenas devem ser direcionais e com grades com ângulos de abertura proporcional a área a ter o sinal bloqueado, a potência de irradiação das ondas de rádio devem ser proporcionais a área a ter o sinal bloqueado.

É bom que se esclareça que no Brasil, bloqueadores só podem ser usados em áreas de segurança e mediante aprovação do governo.

Também é preciso seguir as especificações da Anatel, pois o objetivo é bloquear o sinal para os aparelhos dentro de um presídio ou em uma área específica sem interferir nas ligações de pessoas que morem próximo da área protegida.

Antenas que emitem o sinal de bloqueio devem ser montadas no alto dos muros do presídio e em local estratégico para cobrir uma área específica, para isso, deve estar provida de uma grade cuja finalidade é impedir que o sinal se espalhe em direções que não são desejadas esse sinal e concentrar todo o sinal de radiofrequência numa direção.

Se as antenas forem dispostas nos quatro cantos do presídio cobrirão áreas enormes, e nas áreas onde o sinal dessas antenas for mais forte que o sinal da operadora de telefonia não será possível fazer ligações e nem mesmo enviar ou receber mensagens de texto.

Obviamente que devem ter telefones em vários pontos do presídio tentando fazer ligações, e se alguma ligação for completada deve ser revista a posição da antena que cobre aquela área ou aumentar a potência do transmissor da respectiva antena.

Também pode ser criada uma estação central que alimente as quatro (ou mais) antenas, caso aparente tecnicamente inviável, o governo pode ordenar a operadora que tem uma torre perto do presídio para mudar de local, pois quanto mais próxima do local a ser bloqueado estiver a antena da operadora, mais difícil será bloquear o sinal.

Nos dias atuais escrever ou falar sobre energia reserva para o caso de falta de energia na rede convencional pode parecer coisa de quem não tem cérebro, mas para não passar por nenhum esquecimento, o sistema deve ter uma caixa de força auxiliar com energia própria, com gerador ou bateria.

Também deve ser previsto um sistema de segurança com choques elétricos para o caso de problemas de acesso não autorizado, é interessante impedir que o sistema seja desativado, seja por qual motivo for, assim, se não acabar a energia auxiliar e/ou não faltar energia elétrica o sistema ficará sempre ligado, e na tentativa, além da energização da área, um alarme remoto ser acionado.

 

Postagens relacionadas
  • WhatsApp Seguro
  • WhatsApp Localiza Usuário
  • Trocando SMS Grátis
  • Smartphone como Rastreador
  • Como configurar Câmeras IP
  • Perdi Meu Smartphone
  • Posts mais acessados
  • Teste de Bateria (43692)
  • Gerador Números Celular (37900)
  • Antena Para Celular (31825)
  • Amplicador 60 W RMS (23213)
  • Os Gatos & Dúvidas (21773)
  • Utilize a busca para encontrar o tema de seu interesse.
    Pense no meio ambiente antes de este link.