As Operações Lógicas

Todos os dias e durante o dia todo realizamos diversos tipos de operações lógicas, aquelas que envolvem números são as mais comuns, na verdade, trabalhamos com quantidades que podem variar, ou seja, variáveis.Não há dúvida a esse respeito, somos todos nós, desde uma decisão simples de comprar alguma coisa até uma decisão mais complexa sobre alguma coisa.

E temos que decidir em razão de um evento ou de uma condição, deixando os números de lado por um instante, que tal uma ação muito comum e que passa despercebida em muitas das vezes.

Se estiver chovendo você leva o guarda chuva, se não estiver chovendo você não leva, mas você tem que decidir em razão de uma condição, você pode levar ou não levar, mas dependendo da situação não é preciso.

Agora voltemos aos números, e podemos representar uma soma simples como C = A + B, note que o valor que representa C é o resultado da soma de A + B.

Neste caso é uma função algébrica e que o valor C é a variável dependente, pois o valor de C depende dos valores de A e B, que são as variáveis independentes.

Na eletrônica digital existem operações mais simples do que uma soma e que podem ser implementadas levando em conta a utilização da álgebra booleana.

É interessante observar que com um pequeno número destas operações conseguimos chegar a uma infinidade de operações mais complexas, como por exemplo, as utilizadas nos computadores que sendo repetidas em grandes quantidades são levadas a um grau de complexidade muito grande, e este fato acaba fazendo a gente acreditar que é máquina é inteligente.

A inteligência da máquina é na verdade a associação de determinada forma das operações simples que leva ao comportamento muito complexo de muitos circuitos digitais, conforme ilustra a figura abaixo.

Sabemos que um computador é formado por placas encaixadas, esta é a visão do “vendo com os solhos”, mas eletronicamente falando, um computador é formado por um grande número de pequenos blocos chamados portas ou funções, em que temos entradas e saídas.

O que aparece na saída é determinado pela função e pelo que acontece nas entradas, em outras palavras, a resposta que cada circuito lógico dá para uma determinada entrada ou entradas depende do que ele é ou de qual regra booleana ele segue.

É o mesmo que dizer que para entender como um computador realiza as mais complexas operações temos que começar entendendo como ele faz as operações mais simples com as chamadas portas e quais são essas portas.

Obviamente que em momento mais oportuno uma a uma serão abardadas, mas antes é preciso definir as operações lógicas, associando-as à álgebra de Boole.

Postagens relacionadas
  • Dígitos Binários e Níveis Lógicos
  • Vantagens dos Sistemas Digitais
  • Grandezas Analógicas e Digitais
  • A Lógica Digital
  • Representação Binária
  • Circuito Digital Não Pensa
  • Posts mais acessados
  • Teste de Bateria (33769)
  • Antena Para Celular (25899)
  • Gerador Números Celular (19404)
  • Amplicador 60 W RMS (18752)
  • Os Gatos & Dúvidas (17805)
  • Utilize a busca para encontrar o tema de seu interesse.
    Pense no meio ambiente antes de este link.