Dominar o Mundo C/ RF

Recentemente tenho recebido e-mails com questionamentos a respeito do projeto HAARP do governo americano, parece que tem gente assustada com esse projeto, realmente não sei o motivo, pois desde o inicio dos anos 70 esse projeto já está em prática, e não há como negar que a vida das pessoas muda.

Esse papo de que o projeto HAARP é para dominar o mundo através das ondas de rádio não passa de ficção, e nem as ondas de rádio irão alterar o ciclo normal das plantas, das águas dor rios e nada mais.

As ondas de rádio são perturbações eletromagnéticas que estão no ar, sendo ou não utilizadas, elas são geradas por equipamentos ou por movimentos da própria natureza, o fato é que elas estão presentes no ar e isso é fato incontestável.
Por outro lado, ambientalistas não podem e não devem afirmar que as ondas de rádio causam danos substanciais a natureza, afinal, as ondas eletromagnéticas causam muito menos danos ao meio ambiente do que uma bicicleta movida a tração humana, não vou enumerar os detalhes que envolvem essa afirmação.

Afinal, se tal afirmação tivesse fundamento não seriam necessários equipamentos para destruir uma floresta, bastaria gerar um grande feixe de ondas na faixa das ondas de rádio e nem a fumaça das queimadas existiria, da mesma forma nas águas, imagine uma pescaria: um feixe de ondas de rádio atinge um cardume e não escapa nenhum peixe.

Com ou sem projeto HAARP as ondas de rádio estão presentes até no mais íntimo dos locais em que frequentamos  e também no mais distante local que possa ser imaginado, afinal, não se sabe ao certo, mas é bem provável que não exista um local na terra que um GPS não funcione por não captar o sinal de pelo menos três satélites.

Outro fator relacionado à tecnologia utilizada em radiofrequência é que apesar da sua imponência e utilidade, é de uma fragilidade tão grande que nem me atrevo a descrever uma série de situações que deixaria qualquer sistema que utilizasse as ondas de rádio inoperante, mas deixo apenas um exemplo simples: imagine que você é controlado por um chip e suas ordens chegam através das ondas de rádio.

Não vamos falar em qual freqüência seria a freqüência de operação, mas devido a complexidade dos comandos de recepção e decodificação o sistema pode ser tornar simplesmente inútil independente do tamanho do investimento e da tecnologia utilizada se outro emissor de radiofrequência próximo, mesmo transmitindo em frequências desordenadas, onde o único objetivo seria o de atrapalhar a recepção dos sinais que deveriam chegar até você com os comandos ou ordens.

Um exemplo disso são os telefones sem fio de 2,4 GHz que causam problemas de recepção e decodificação dos sinais das placas Wlan que também operam em 2,4 GHz, mas não exatamente na mesma exata freqüência.

Outro exemplo: ondas de rádio com o objetivo de controlar o planeta obviamente que estariam geograficamente bem localizadas, provavelmente num satélite, e uma simples camada de poeira de material condutivo, (tipo poeira de alumínio) acabaria com todo o projeto, outra situação, e essa causada pela própria natureza, as explosões solares geram ondas de frequências indefinidas e causariam inúmeros problemas de interferência.

Se com tudo isso ainda não foi possível ficar claro que não é possível dominar o mundo com ondas de radiofrequência  seja vizinho de um radioamador que utilize amplificador de radiofrequência (leia-se butina) quando vai fazer seus DX, e vai ficar fácil compreender tudo isso que descrevi.

Postagens relacionadas
  • Direcional Para 5.8 GHz
  • Teste de Módulos de RF
  • Módulos de RF 433 MHz
  • Celular Nos Confins
  • Bloqueadores de RF
  • As Ondas de Rádio
  • Posts mais acessados
  • Teste de Bateria (14532)
  • Antena Para Celular (12042)
  • Amplicador 60 W RMS (9580)
  • Os Gatos & Dúvidas (8153)
  • Ganhar na Loto Fácil? (5803)
  • Utilize a busca para encontrar o tema de seu interesse.
    Pense no meio ambiente antes de este link.   Dúvidas? Acesse o Fórum