Extensão de Antenas

Nessa época em que dispositivos sem fios são moda ou até necessidade, sempre surgem alguns probleminhas que às vezes são simples, às vezes complicados, e em outras vezes impossíveis de resolver.

Não importa o tipo de dispositivo, o que importa é que o maior problema que é encontrado é o alcance entre transmissor e receptor.

Nos sistemas de segurança é mais complicado, claro que pelo fato de ser um sistema de segurança a falha não é admitida em nenhuma hipótese, mas se o suposto técnico der uma de mexilhão e não der conta do recado, então a coisa pode se complicar.

O que pode ser necessário em muitas vezes é aumentar a área de alcance do transmissor, mas mexer na potência não é uma boa pedida, e na maioria das vezes não tem como fazer sob ponto de vista técnico.

Então logo se pensa que para aumentar o alcance a implantação de uma antena é a solução, e quem pense dessa forma pensa direito, mas ainda existe problema técnico se não souber como, e o que deve ser feito.

É preciso levar em conta que um celular tem uma antena que não passa dos 5 centímetros e está instalada internamente, e nem mesmo é soldada, apenas um encaixe simples é que faz a conexão.

Nos dispositivos que utilizam as ondas eletromagnéticas como meio de transporte de dados, a antena tem função fundamental, e apesar de ser uma antena, geralmente parece um flat-cable, ou a antena está impressa na própria placa que sustenta o circuito eletrônico.

Como aumentar o alcance sem modificar a antena é uma tarefa difícil, mas um dos meios é utilizar um cabo coaxial de muito boa qualidade, e usar apenas o comprimento necessário.

O sucesso e estabilidade dos circuitos que operam em altas frequências está na estabilidade da antena, assim, a escolha do tipo de cabo coaxial, da qualidade do cabo coaxial e do tamanho do cabo vão determinar o sucesso ou o fracasso.

As extensões de antenas para circuitos que operam em UHF não podem haver falhas, além de bom cabo, a soldagem na placa de circuito impresso também é muito importante.

Por isso, quem se aventurar a fazer extensão de antenas deve ter em mente que deve saber manusear muito bem um soldador, afinal, as trilhas e pontos de solda são minúsculos, e um aquecimento em excesso vai descolar a parte metálica do fenolite.

Outro detalhe é que o soldador pode queimar o aparelho sem mesmo estar ligado, é que existem soldadores que permitem o “vazamento” de tensão, e a sensibilidade dos componentes do circuito pode ser muito grande.

Para quem não sabe soldar só praticando é que vai ficar bom, para proteger os componentes existe um meio que é simples mas é esquecido, é apenas fazer o aterramento do soldador e soldar os componentes normalmente, claro que um pedaço de fio no soldador é esquisito, mas a verdade é que protege os componentes.

No que diz respeito ao cabo coaxial, o fio malha deve ser soldado no ponto negativo mais próximo do ponto onde sai o fio vivo (o positivo da antena), e na outra ponta a antena, dependendo do caso, apenas um pedacinho de fio.

Como deu para perceber, foi uma explicação bem abrangente, obviamente que é porque existem tantos equipamentos no mercado que seria impossível explicar sobre todos, mas quem tem bom senso e um pouco de prática, com certeza pode experimentar, e se não der certo deixa tudo novamente como estava.

Postagens relacionadas
  • Direcional Para 5.8 GHz
  • Teste de Módulos de RF
  • Módulos de RF 433 MHz
  • Celular Nos Confins
  • Bloqueadores de RF
  • As Ondas de Rádio
  • Posts mais acessados
  • Teste de Bateria (13874)
  • Antena Para Celular (11528)
  • Amplicador 60 W RMS (9276)
  • Os Gatos & Dúvidas (7838)
  • Ganhar na Loto Fácil? (5589)
  • Utilize a busca para encontrar o tema de seu interesse.
    Pense no meio ambiente antes de este link.   Dúvidas? Acesse o Fórum