Código de Transistores

Às vezes passam-se horas procurando saber para que serve um determinado transistor encontrado numa sucata (ops, para mim, sucata de eletrônica é material didático), mesmo assim, é normal entender que aquilo que foi jogado fora é sucata, simplesmente porque não presta mais, no meu modo de entender, não existe material que mais ensina do que
sucatas.

Para usar componentes retirados de sucatas é preciso conhecer o componente e saber testar o estado do componente, às vezes para economizar apenas alguns centavos de real, mas o fato de saber aproveitar componentes usados e retirados de sucata, pode fazer a diferença entre realizar um conserto num fim de semana e ter que esperar o comércio especializado abrir, obviamente que não é pelo dinheiro, é pelo conhecimento e pela prática adquirida ao utilizar componentes retirados de sucatas.

Por isso resolvi colocar aqui o código de transistores, que pode servir de base para pesquisa, claro que cada código tem sua aplicação específica, assim como cada transistor ou cada componente tem suas próprias características ou propriedades, mas a título de conhecimento inicial, acredito que seja uma boa base de conhecimento.

Japanese Industrial Standard (JIS).

As marcações vem na seguinte ordem: DIGITO, 1ª LETRA, 2ª LETRA, NUMERO DE SERIE e SUFIXO.

Nos transistores JIS (Japanese Industrial Standard) o digito é um menos o número de
terminais, e as letras indicam o tipo e a polarização:

SA: PNP transistor de HF
SB: PNP transistor de AF
SC: NPN transistor de HF
SD: NPN transistor de AF
SE: Diodos
SF: Tiristores
SG: Gunn device
SH: UJT
SJ: P-canal FET/MOSFET
SK: N-canal FET/MOSFET
SM: Triac
SQ: LED
SR: Retificador
SS: Diodos de sinal
ST: Diodos de avalanche
SV: Varicaps
SZ: Diodos Zener.

O numero de série pode variar de 10 a 9999, e o sufixo, quando existir, indica se o
transistor é aprovado para uso por varias organizações japonesas.

Obs: Como o código para transistores Japanese Industrial Standard (JIS) sempre começa com 2S, às vezes pode ser omitido, como exemplo, um 2SC937 pode vir marcado apenas com C937.

Joint Electron Device Engineering Council (JEDEC).
As marcações vem na seguinte oredem: DIGITO, LETRA, NUMERO DE SERIE e SUFIXO.

O digito é sempre um menos o número de terminais do transistor, deve ser lembrando que os numero 4 e 5 são reservados para optoaclopadores.

A letra é sempre N e o numero de série varia de 100 a 9999.

O sufixo refere-se a ganho do transistor sendo:

A = baixo ganho.
B = médio ganho.
C = alto ganho.
Sem sufixo = ganho não especificado.
Pró-eléctron.

As marcações vem na seguinte oredem: 1ª LETRA, 2ª LETRA, 3ª LETRA, NUMERO DE SERIE e SUFIXO.

A primeira letra indica o tipo de material:

A = Germânio
B = Silício
C = GaAs
R = Materiais combinados

É quase inútil citar que a maiorias dos transistores começam com um B, em todo caso, sempre serve para alguém, a segunda letra indica a aplicação do dispositivo:

A: Diodo de RF
B: Variac
C: Transistor, AF, pequeno sinal
D: Transistor, AF, potência
E: Diodo de túnel
F: transistor, HF, pequeno sinal
K: Dispositivo de efeito hall
L: Transistor, HF, alta potência
N: Optoacoplador
P: Dispositivo sensível a radiação
Q: Radiation producing device
R: Tiristor, baixa potência
T: Tiristor, alta potência
U: Transistor, alta potência
Y: Retificador
Z: Zener, ou diodo regulador de voltagem

A terceira letra indica que dispositivo é planejado para uso profissional ou industrial em lugar de aplicações comerciais, normalmente esta letra é W,X,Y ou Z.

O número de série começa em 100 e vai até 9999, o sufixo indica o agrupamento de ganho, igual ao tipo JEDEC.

Prefixos nos transistores:

Alguns fabricantes colocam no código dos transistores seus próprios códigos por razões comerciais ou para enfatizar alguma aplicação especial, os prefixos principais usados são:

MJ: Motorola power, encapsulamento de metal
MJE: Motorola power, encapsulamento plástico
MPS: Motorola baixa potencia, encapsulamento plástico
MRF: Motorola HF, VHF and microwave transistor
RCA: RCA
RCS: RCS
TIP: Texas Instruments transistor de potencia (o encapsulamento é de plástico)
TIPL: TI planar transistor de potencia
TIS: TI transistor de baixo sinal (o encapsulamento é de plástico)
ZT: Ferranti
ZTX: Ferranti
Referência: Transistor info, tradução e adaptação de Piava Branca.

Postagens relacionadas
  • Retificadores e Nomenclaturas
  • Assim Surgiu a Eletrônica
  • Repelente Não Funciona
  • A Corrente é …..
  • Excesso de Corrente
  • Porque Não Atendo
  • Posts mais acessados
  • Teste de Bateria (14532)
  • Antena Para Celular (12042)
  • Amplicador 60 W RMS (9583)
  • Os Gatos & Dúvidas (8153)
  • Ganhar na Loto Fácil? (5803)
  • Utilize a busca para encontrar o tema de seu interesse.
    Pense no meio ambiente antes de este link.   Dúvidas? Acesse o Fórum