Comunicação-Mobilidade

Comunicação é coisa séria e desde que a humanidade existe a comunicação é necessária, isso está estampado em qualquer objeto que seja visto atualmente.

Quando os canais de TV saem do ar é um problema de comunicação, apesar desse tipo de comunicação ser de uma única via ainda assim ninguém quer perder o jogo favorito, a reportagem tão esperada ou o capítulo da novela favorita.

A comunicação em via dupla é aquela em que uma das partes interage com a outra parte, obviamente que esse tipo de comunicação é mais importante do que um canal de TV, e imediatamente logo se pensa na comunicação através de telefones.

Atualmente as ligações telefônicas entre usuários de uma mesma operadora apesar de ainda serem caros já baixaram consideravelmente nos últimos anos, isso só prova a minha teoria antiga, a que dava para ser menos de R$ 0,10 por minuto independente de operadora e de ligação local ou interurbano.

O fato é que as promoções ofertadas para usuários de uma mesma operadora faz com que famílias inteiras adotem uma operadora para que as ligações entre eles tenham um custo menor, e ainda dizem que o usuário tem a opção de escolha, enfim não é tão ruim assim.

Mas o fato de ser possível fazer preços melhores para determinados grupos de usuários de uma operadora prova que há condições de baixar os preços em geral, não importando se eu uso a operadora X e outro usuário use a operadora Y.

A realidade é que o número de linhas móveis vem aumentando, mas existem casos que é necessária a mobilidade, mas o telefone tem que ser fixo, pois os preços das ligações para telefone fixo são mais ou menos parecidas, porém, o custo para o usuário transferir essas ligações para um telefone celular é alto.

Atualmente muitos escritórios são móveis e é desejada mobilidade, só que as operadoras mesmo sabendo disso dificultam, pois o interesse comercial prevalece, é nesse ponto em que os mais informados se interessam por telefone fixo de longo alcance.

Muito utilizados nas áreas rurais, dependendo da marca e da potência, esses telefones de longo alcance se transformam em ferramentas indispensáveis, pois podem transformar um escritório que antes era preso a um endereço em uma unidade móvel de atendimento, ou seja, pode-se sair às ruas sem ficar longe do telefone fixo, que é mais comum por receber ligações de todos os lugares e de todas operadoras com pouca diferença de preço.

O problema dos telefones sem fio de longo alcance são problemas de conhecimento operacional, a maioria deles foi projetado para ser instalado por leigos e/ou por pessoas não autorizadas a realizar transmissões através da radiofrequência, ou seja, os órgãos de comunicação não emitiram uma licença para transmitir, esse documento é chamado de indicativo, existem licenças específicas para cada faixa de frequência, assim, um indicativo para PX não serve para VHF para a faixa de 2 metros, e assim por diante.

Diante desse quadro fica claro que podem surgir problemas de interferência com serviços públicos como aviação, polícia e outros serviços públicos, e “irritar” radioamadores caso seja usada alguma frequência que esteja dentro da faixa de operação destinada a eles, além disso, eles são “corujas” de várias bandas, e podem monitorar as ligações, então o sigilo não existe nos telefones sem fio, e muito menos nos telefones de longo alcance.

Postagens relacionadas
  • O Tamanho da Onda da RF
  • Antenas de Várias Bandas?
  • Direcional Para 5.8 GHz
  • Teste de Módulos de RF
  • Módulos de RF 433 MHz
  • Celular Nos Confins
  • Posts mais acessados
  • Teste de Bateria (38944)
  • Gerador Números Celular (29422)
  • Antena Para Celular (28865)
  • Amplicador 60 W RMS (21230)
  • Os Gatos & Dúvidas (19572)
  • Utilize a busca para encontrar o tema de seu interesse.
    Pense no meio ambiente antes de este link.