Medir Tensão do Neutro

Como medir a tensão no fio neutro e comprovar ligação perfeita é uma necessidade, só ligar eletricamente sem medidas pode não surtir os efeitos desejados, pois a tensão no fio neutro normalmente é menor que 5 volts, exceto nas instalações elétricas muito ruins.

A medida de tensão do fio neutro pode ser feita em medição direta, onde um ponto que possa ser usado como referência é usado como terra.

Se não for possível encontrar um ponto de referência, será preciso ligar um fio no neutro do quadro de disjuntores e levar a outra extremidade até a tomada na qual o fio neutro vai ser medido.

O ponto de referência pode ser a carcaça metálica interna da tomada, é bom citar que nas construções antigas eram usados eletrodutos de ferro e caixas de ferro ou de metal, atualmente são usadas só caixas de plástico e os eletrodutos que também são de plástico.

No passado, o fio terra geralmente era ligado a um cano de ferro, ou a um cano de cobre da tubulação de água, e em alguns casos era ligado a um vergalhão.

Atualmente, as normas técnicas não permitem mais esses tipos de ligações, por isso, um fio terra vem direto de uma haste cravada na terra, obsevando alguns detalhes antes de ser cravada, e a partir da haste ter um fio terra exclusivo para toda a instalação elétrica.

Seja qual for a referência, para medir a tensão, um multímetro na escala para a medição em corrente alternada é o que deve ser usado para medir a tensão entre o terra e o neutro.

Um ponto muito importante, é que esta medição deve ser feita com todos os equipamentos ligados, pois é nessa situação quando ocorre maior variação de tensão no neutro.

A medida de tensão também pode ser feita de forma indireta, neste método pode apresentar um pequeno erro, mas é de utilização bem mais simples.

O procedimento para medir tensão pelo método da forma indireta consiste em medir a tensão entre fase e neutro no quadro de disjuntores, e da mesma forma como no método da medição direta, as medidas devem ser feitas com todos os equipamentos ligados.

A tensão deve ser medida entre o fase e o neutro na última tomada da cadeia e em seguida subtrair os valores obtidos e dividir o resultado por dois, o resultado da divisão é o potencial do neutro, veja o exemplo a seguir.

Se for encontrada tensão de 244,8 volts no quadro de disjuntores e 233,6 volts na última tomada, a diferença é de 11,2 volts, que divididos por 2 obtem-se o resultado de 5,6 volts, portanto, com esse método também é possível obter o potencial do neutro pelo método da medição direta.

Pense no meio ambiente antes de este link.
 
  Compartilhar Link no Facebook
 
Utilize a busca para encontrar o tema de seu interesse.