Proteja-se dos Cães

Antes de começar a descrever o circuito quero deixar claro que não sou contra os animais e não aprovo a atitude de machucar ou maltratar animais, mas existem casos em que é preciso se defender porque existem animais que são tanto antissociais quantos seus donos.

Um carteiro ou um entregador sabe muito bem do que estou falando, existem pessoas que não tem o mínimo de bom senso, desrespeitam seu animal e desrespeitam também quem presta algum tipo de serviço, animais devem ficar presos quando alguém estranho é esperado, afirmo porque vivo o dia inteiro nas ruas e é normal ver animais mais educados do que seus donos.

Está bem, está bem, este foi um desabafo, mas como eu passo por isso outros também passam, então pensei em usar uma arma dessas de dar choques, aliás, existem até do tamanho de um celular, mas o dono do animal “entisicado” não vai gostar, além disso será preciso chegar muito perto da “fera”.

A solução parece ser difícil, mas não é, o circuito que proponho é simples e pode ser feito até com material de sucata, talvez a parte mais crítica seja a construção do transformador, me refiro a isso porque o circuito que testei foi montado e colocado dentro de um pedaço um tubo de 1 polegada, dá 2,4 cm de espaço interno com 20 centímetros de comprimento.

Mais 1 metro de cano de 20 milímetros, e obviamente que usando o redutor adequado apenas para um bom efeito visual, note que a chave de pressão do tipo normalmente aberta deve ser instalada para ser pressionada apenas quando algum cão avançar e não recuar mesmo com a ordem de se afastar.

Na saída do circuito sairão dois fios com alta tensão, são esses dois fios que deverão tocar no animal “raivosinho”, ele vai se assustar, mas não morre, o efeito do choque é uma tremedeira de mais ou menos 1 minuto, depois de duas vezes ele não ataca mais nem se você tiver linguiça na mão.

Por isso os dois fios devem ser levados ao final do cano e deverão ficar afastados, porque dependendo do rendimento do transformador que será montado manual poderá sair faíscas enquanto estiver acionado.

Se preferir, apenas um dos fios pode ser levado até a ponta do cano, o choque será menor, mas terá o mesmo efeito, recomendo apenas um fio se os animais forem pequenos, cães maiores podem não sentir medo o suficiente com o choque.

Dependendo do animal pode ser necessária uma carga maior para paralisar o animal, exatamente como acontece com os humanos, e ao contrário dos choques da rede de energia elétrica, esses choques por tensão “produzida” não machuca e nem mata, a não ser que o humano cão sofra do coração, na verdade morre de susto, pois a corrente é muito fraca.

O circuito é simples, tem como base um oscilador usando um circuito integrado da família CMOS, mais especificamente o CI 4001, os demais componentes que formam o oscilador são C1, R2 e o resistor de 180K, C1 pode ter de 10 nF a 4,7 uF, R2 pode ter entre 100k e 270 K.

O CI 4001 tem quatro portas, duas delas são utilizadas para o oscilador, das duas portas restantes do CI 4001, uma delas é utilizada como como reforçador de sinal, e a outra porta é utilizada como porta inversora de sinal, assim pode ser obtida uma potência maior de saída com menor consumo, no final isso gera economia de energia e faz com que a bateria dure mais, além de conseguir tensão maior na saída.

Não existem valores fixos porque o rendimento final depende da frequência em que oscila o circuito e principalmente das características do transformador, os transistores são do tipo NPN, utilizei BD 139, mas os BC 338 também funcionam, porém, aquecem um pouco além da conta.

Uma vez que o oscilador esteja funcionando e os transistores estejam recebendo sinal o transformador irá gerar a alta tensão que desejamos.

Para testar o circuito ou até deixar de forma definitiva, um transformador que converta 110 volts em 6-0-6 serve, o detalhe é que o transformador irá trabalhar ao contrário, e deverá ter derivação central para melhor rendimento, assim, onde seria a entrada dos 110 volts será a saída de alta tensão.

No meu caso, o melhor rendimento foi obtido com 50+50 espiras de fio 16 AWG sobre um ferrite de 1 centímetro de diâmetro com 10 centímetros de comprimento, enrola-se 50 espiras lado a lado, saí uma tomada e enrolam-se mais 50 espiras no mesmo sentido, esse enrolamento corresponde ao primário do transformador, lembre-se que quando se fala em fios com diâmetro em AWG estamos falando de fios esmaltados.

Deve ser colocado um papel não muito grosso e não muito frágil sobre o enrolamento primário e enrolar o máximo de espiras que puder, o fio para o secundário pode ser fio 26 AWG (esmaltado), note que a tensão de saída está diretamente ligada a quantidade de espiras do enrolamento primário, então para obter a mesma tensão de alimentação são necessárias 100 espiras, para obter 10 vezes a tensão de alimentação são necessárias aproximadamente 1000 espiras.

Partimos do principio que o circuito será alimentado por 9 volts, então com 1000 espiras conseguimos 90 volts, que já dá choque, com 2000 espiras obtém-se 180 volts, na prática, são espiras sobre espiras e a tensão tende a ficar bem alta e se houver faiscamento demonstra haver uma tensão muito alta, é mais ou menos 1 centímetro para cada 1000 volts.

Não use multímetro para medir essa tensão, você pode danificar o multímetro, afaste os fios onde saem a alta tensão e veja se saem faíscas se eles estiverem separados em 1 centímetro, se saírem faíscas e os fios estiverem separados em 2 centímetros, a tensão será de 2000 volts, conforme citei, para cada 1000 volts um centímetro de separação.

Os transistores BD 139 devem ser dotados de dissipador de calor se a intenção for usar de forma contínua, a alimentação pode ser de 5 a 15 volts, o detalhe é que o rendimento também depende diretamente do nível de tensão.

Usei baterias velhas de notebook, são recarregáveis e duram bastante quando não estão totalmente “viciadas”, e o esquema mais simples impossível, e lembre-se de que este circuito foi projetado para defesa pessoal quando atacado por cães, mas nada impede que a criatividade e a imaginação sejam colocadas em prática e seja criada uma arma de choques para uso pessoal.

Postagens relacionadas
  • Faróis Apagados?
  • Proteja Portas e Janelas
  • Fazer Bengala Eletrônica
  • Lâmpada de Corredor ou Escada
  • Sem Pânico Para Idosos (P2)
  • Sem Pânico Para Idosos (P1)
  • Posts mais acessados
  • Teste de Bateria (14532)
  • Antena Para Celular (12042)
  • Amplicador 60 W RMS (9580)
  • Os Gatos & Dúvidas (8153)
  • Ganhar na Loto Fácil? (5803)
  • Utilize a busca para encontrar o tema de seu interesse.
    Pense no meio ambiente antes de este link.   Dúvidas? Acesse o Fórum