Use Notebook no Carro

Quantas vezes você já pensou em levar o notebook junto consigo e logo se deu conta que em mais ou menos três horas a bateria fica sem carga? E raras são às vezes em que se encontra uma tomada por perto para recarregar a bateria do notebook.

O carro tem bateria de 12 volts, e a não ser que seu notebook seja daqueles antigos, não adianta tentar ligar ele na bateria do carro, nem mesmo para manter a carga da bateria funciona.

Como estou 80% do meu tempo móvel e por varias razões não posso ficar desconectado, uso um EEEPC710, ele funciona com 9 volts, e como todos sabem, para baixo todo santo ajuda, e isso também vale para a eletrônica, tanto é que para baixar os 12 volts da bateria do carro para 9 volts é fácil.

Recentemente minhas tarefas aumentaram e o EEEPC710 apesar de ser um ótimo aparelho é bem limitado, e de repente precisei utilizar um equipamento mais robusto, mas acabei esbarrando no problema da alimentação, afinal, carregar a bateria de três e três horas não é o fim do mundo, mas é muito chato.

Uma das formas para resolver o problema é colocar uma bateria de 6 volts em serie com a bateria original do carro, aí eu teria os 18 volts para alimentar o notebook, não é pelo fato de um HP Pavilion exigir 19 volts que ele não funciona com 18 volts, se fosse esse o único impedimento eu usaria o IS 1414 da Toshiba, o problema é a bateria de 6 volts em serie com a de 12 volts.

Note que a solução acima seria elétrica, bastaria fazer as conexões, como uma bateria de automóvel tem carga (amperagem) suficiente e se recarrega cada vez que o carro é ligado, como não seria nada legal ter que carregar a bateria de 6 volts em separado, a solução foi recorrer a eletrônica e “bolar” um circuito, afinal, a corrente está presente, só é preciso elevar a tensão de 12 para 19 volts.

O circuito é simples e os componentes são todos comuns, um oscilador com um CI 555 que controla um transistor de potência que é controlado por um diodo zener, na verdade, é possível obter vários níveis de tensão, é só escolher o diodo zener de acordo com a tensão desejada.

Com a configuração mostrada é possível aumentar e estabilizar a tensão de saída com boa eficiência, no projeto original a corrente é da ordem de 1 ampère, a minha opção foi a de manter a carga da bateria, não me importei com o detalhe de carregar a bateria, para quem pretende que a bateria seja carregada aumente em um volt a tensão do diodo zener.

Para esclarecer, se o notebook tiver uma bateria de 18 volts, o diodo zener deve ser de 19 volts para que a bateria seja recarregada, se bem que a eficiência desse tipo de carregador é baixa para os tipos de baterias utilizadas nos notebooks, por isso me preocupei mais em ter alimentação contínua, dá até para tirar a bateria e usar o notebook só com o circuito que proponho.

Em todo caso é bom saber que a corrente é de 1 ampère para funcionamento contínuo, o componente crítico nesse circuito é a bobina, nada tão crítico que o projeto não possa ser realizado, apesar de ser uma bobina, ela age como se fosse um transformador, daí o cuidado com as especificações.

A bobina a qual me refiro deve ser “fabricada” pelo interessado, ela deve ter núcleo de ferrite em forma de 1 polegada (2,4cm), e sobre essa forma devem ser enroladas 130 espiras de fio 22 AWG, não tem derivação, mas deve ser enrolada com “carinho”, para que exista indução de espira sobre espira, pois é só desta forma que será possível elevar a tensão da bateria que é 12 volts para perto de 28 volts.

Com a tensão em torno dos 28 volts o diodo zener entra em ação e estabiliza na tensão de operação do diodo zener.

Como se trata de um oscilador, podem surgir interferências no rádio ou até mesmo em mp3 player, isso é resolvido colocando todo o conjunto dentro de uma caixa metálica e a carcaça deve ser ligada à massa.

Os componentes são todos comuns, no caso do C1, ele é quem determina a frequência do circuito, ele deve ser escolhido de forma que o rendimento seja o melhor possível, nos meus testes usei de 100 Kpf a 2,2 uF, e o ganho depende de como é feita a bobina, então sugiro que faça a bobina e depois experimente qual é o valor do capacitor que dá melhor rendimento, para mim deixei em definitivo um de 470 nF.

O circuito é simples, e está na imagem a seguir:

Postagens relacionadas
  • Faróis Apagados?
  • Proteja Portas e Janelas
  • Fazer Bengala Eletrônica
  • Lâmpada de Corredor ou Escada
  • Sem Pânico Para Idosos (P2)
  • Sem Pânico Para Idosos (P1)
  • Posts mais acessados
  • Teste de Bateria (14532)
  • Antena Para Celular (12042)
  • Amplicador 60 W RMS (9583)
  • Os Gatos & Dúvidas (8153)
  • Ganhar na Loto Fácil? (5803)
  • Utilize a busca para encontrar o tema de seu interesse.
    Pense no meio ambiente antes de este link.   Dúvidas? Acesse o Fórum