Redutor de Tensão

Quem gosta de mexer com eletrônica sempre vai juntando alguma sucata, opa, sucata para aqueles que não gostam de passar o tempo tentando desvendar os segredos da eletrônica, para quem é do ramo sucata é fonte de componentes ou material didático.

Discussões à parte, a verdade é que às vezes temos muita coisa aproveitável, mas não se encaixa perfeitamente nas características de um segundo circuito, então o jeito é deixar no canto e esperar que a “dona Maria” não passe por perto e resolva dar de mão beijada para o lixeiro, ou quem sabe para o catador de reciclável.

Atualmente o que mais existe é fonte de impressora HP espalhada nas sucatas, e uma fonte chaveada custa uma graninha legal, o problema é que praticamente não existe aplicação para essas fontes porque elas têm em sua saída em torno de 35 volts, outras têm uma saída com 18 volts e uma saída com 30 volts.

São poucos os aparelhos que funcionam com tensão em torno dos 30 volts, e se ligar direto os 30 volts num aparelho que deve ser alimentado por 12 volts, com certeza que ele vai ficar tostado e nem vai sair aquele cheirinho de churrasco.
O circuito que proponho é bem simples, sua função é reduzir o nível da tensão de entrada que pode ser de 18 a 35 volts e deixar com 13,2 volts na saída, então será possível alimentar qualquer equipamento que é alimentado por 12 volts.

Obviamente que devemos respeitar a capacidade de corrente, no caso das fontes de impressoras da HP são mais ou menos 2 ampères, obviamente que existem outros tipos de fontes, mas esse circuito pode ser utilizado, e se a fonte não tiver mais de 35 volts de entrada não é preciso alterar nada.

O primeiro passo é descobrir qual a polaridades dos fios da fonte que será aproveitada, corte os soquetes pois eles serão desnecessários, descasque pelo menos um centímetro de cada fio, use um multímetro e meça a tensão e marque a polaridade, meu truque para não criar confusão é dar um nó no fio positivo, mas existem fios que tem uma faixa mais clara para indicar a polaridade.

A entrada de tensão é ligada num regulador do tipo 7812, os 3 diodos ligados ao pino 2 estão em série e tem como função aumentar um pouco a tensão de saída, já que 12 volts de saída com a queda de 0,6 volts proporcionada pelo 2N3055 ficaria em 11,4 volts, e o normal dos aparelhos alimentados por 12 volts é na verdade 13,2 volts.

Dessa forma temos (12+1,8) – 0,6 = 13,2, portanto, 13,2 volts é a tensão de saída, como geralmente as fontes de impressoras não tem muito mais do que 2 Ampères apenas um transistor 2N3055 é o suficiente, convém usar um radiador de calor no transistor.

Para fontes que tem capacidade maior de corrente devem ser colocados mais transistores 2N3055, para cada 5 Ampères um transistor, no datasheet é informado que o transistor 2N3055 suporta 15 Ampères, mas é de pico e não de trabalho contínuo.

Mas, o que pode dar errado? Tudo pode dar errado ser for feito alguma coisa errada, é frequente eu receber reclamações sobre circuitos que não funcionam, é que às vezes a vontade é tamanha que são esquecidos os detalhes mais básicos.

Transistores, diodos, circuitos integrados, capacitores polarizados e tensão contínua tem local certo para ser ligado, por isso antes de sair soldando componentes estude-os para saber onde deve ser soldado cada terminal.

Na hora de ligar a alimentação no aparelho também é preciso saber qual a polaridade da tensão para ligar corretamente, bem, mais simples impossível, observe o esquema abaixo.

Postagens relacionadas
  • Faróis Apagados?
  • Proteja Portas e Janelas
  • Fazer Bengala Eletrônica
  • Lâmpada de Corredor ou Escada
  • Sem Pânico Para Idosos (P2)
  • Sem Pânico Para Idosos (P1)
  • Posts mais acessados
  • Teste de Bateria (13874)
  • Antena Para Celular (11528)
  • Amplicador 60 W RMS (9276)
  • Os Gatos & Dúvidas (7838)
  • Ganhar na Loto Fácil? (5589)
  • Utilize a busca para encontrar o tema de seu interesse.
    Pense no meio ambiente antes de este link.   Dúvidas? Acesse o Fórum