Centrais Temporizadas

A central de alarme ou simplesmente central é a parte central do alarme, é ela quem recebe as informações dos diversos tipos de sensores e comanda o disparo da sirene, a discagem para um número de telefone com uma mensagem informando a invasão ou mesmo a chamada da polícia.

As centrais são divididas em dois tipos distintos, as temporizadas e as por controle remoto.

Centrais temporizadas são as centrais mais antigas, neste tipo de central sempre existia um código ou chave que permitia desativá-la e/ou ativá-la.

Quando a pessoa queria sair de casa ligava a central, ou digitava um código específico, e tinha entre 1 a 2 minutos para sair, depois deste tempo a central começava a funcionar e monitorar os sensores.

A curiosidade surge e você está querendo saber como é que a pessoa conseguia entrar em casa de novo, mas sem disparar o alarme.

Muito simples, quando a pessoa entrava os sensores percebiam, e a central disparava, mas depois de 30 segundos é que a sirene fazia o seu trabalho, eram 30 segundos o tempo que a pessoa tinha para entrar na casa e usar a chave ou digitar seu código secreto para desligar a central.

Pelo fato de demorar um tempo para ligar e outro para tempo para disparar é que eram chamados temporizados, é bom lembrar que este tipo de central não é muito usada, foram todas substituídas por centrais com controle remoto.

Em apenas um caso é comum encontrar estas centrais, é onde existem sensores passivos alimentados por baterias de 9 volts contínuos, e que possuem embutidos a central, a sirene, e o teclado com código.

Ou seja, um sensor deste tipo se comporta como um alarme completo, não é necessário o uso de fios, e são vendidos até em lojas de conveniência.

Um sensor deste tipo é útil quando se deseja proteger uma área específica, como uma sala ou garagem, digita-se um código e ele, depois de algum tempo liga, permitindo que a pessoa saia do local antes de começar a proteger o ambiente.

E quando a pessoa voltar ao local ela terá alguns segundos para digitar o código que desliga o alarme, caso contrário ela vai fazer barulho.

O tipo de sensor que vem com central embutida deve ficar em um local de difícil visão para um intruso, mas a “Fresnel” precisa ficar direcionada para a área que deve ser protegida, a instalação é fácil, e geralmente as instruções para instalação e uso acompanham este tipo de sensor.

Postagens relacionadas
  • Retificadores e Nomenclaturas
  • Assim Surgiu a Eletrônica
  • Repelente Não Funciona
  • A Corrente é …..
  • Excesso de Corrente
  • Porque Não Atendo
  • Posts mais acessados
  • Teste de Bateria (17502)
  • Antena Para Celular (14615)
  • Amplicador 60 W RMS (11267)
  • Os Gatos & Dúvidas (10004)
  • Ganhar na Loto Fácil? (6838)
  • Utilize a busca para encontrar o tema de seu interesse.
    Pense no meio ambiente antes de este link.