Os Campos Magnéticos

Campo Magnético é o espaço ao redor do ímã onde sua força magnética ou a influência magnética pode ser detectada, o espaço ao redor do campo magnético é cheio de linhas de força magnética, essa propriedade é aproveitada quando são feitos dispositivos de indução magnética, como dínamos e outros tipos de geradores de tensão e corrente.

As linhas de força magnéticas no espaço ao redor do imã são definidas como uma curva fechada contínua em um campo magnético ao longo do qual o pólo norte irá se mover caso esteja livre, e sua direção é dada pela direção a qual o pólo norte isolado irá apontar.

As linhas de forças magnéticas são curvas fechadas e contínuas, e que não se cruzam em nenhum ponto, a característica principal é que elas se repelem mutuamente, além disso, elas sofrem contração lateral, ou seja, elas se curvam ao longo do comprimento do ímã, fora do ímã elas viajam do norte para o sul, mas dentro do ímã, elas viajam do sul para o norte.

A indução Magnética é o fenômeno em que um material magnético desmagnetizado se comporta como um ímã pela simples presença de outro ímã chamado de ímã indutor, mesmo sem estar em contato físico com o ímã.

Vamos a um exemplo, se um pedaço de ferro for colocado no campo magnético de outro ímã, ele ficará magnetizado pelo processo de indução magnética.

Durante a indução magnética, a extremidade da substância desmagnetizada que está mais próxima aos pólos do ímã indutor adquire polaridade contrária, enquanto a outra extremidade adquire a mesma polaridade.

Os pólos que são formados na substância desmagnetizada após a indução magnética são chamados de pólos induzidos.

O grau de magnetismo induzido depende da natureza do material magnético, o grau de magnetismo é diretamente proporcional à força do ímã indutor e inversamente proporcional à distância entre o ímã indutor e o material magnético, lembre-se, não deve ser confundida a indução magnética com a atração magnética.

Os domínios são os milhões de partículas magnéticas que as substâncias magnéticas possuem, e cada uma destas partículas age como um ímã minúsculo.

Um exemplo para não ficar nenhuma dúvida: a terra se comporta como um ímã gigante, a área ao redor da terra onde a influência magnética pode ser detectada é chamado de campo magnético da terra.

O formato do campo magnético da terra é parecido com uma barra magnética gigante enterrada no centro da terra ao longo dos pólos geográficos norte e sul.

O pólo sul deste ímã enterrado está na direção do pólo norte geográfico da terra e o pólo norte do ímã esta na direção do pólo sul geográfico da terra.

O ângulo formado entre o pólo norte magnético e o verdadeiro pólo norte geográfico da terra é chamado de ângulo de variação ou declinação, o campo magnético da terra é mais forte nos pólos norte e sul magnéticos e mais fraco próximo ao equador.

A terra induz seus próprios pólos magnéticos em ímãs mantidos em algum lugar durante um certo tempo, isto tem como resultado o enfraquecimento do poder magnético do ímã, e para prevenir esta perda de magnetismo é que são usados protetores magnéticos.

Os protetores magnéticos são pedaços de ferro doce que são colocados nos pólos de um ímã em formato de barra ou ferradura, o objetivo é prevenir a perda de magnetismo e também para preservar a formação de cadeias magnéticas fechadas.

Você pode comprovar a indução magnética de forma bem simples, consiga um pedaço de imã de tamanho médio, numa oficina de eletrônica existem alto-falantes que tem imãs que não serão mais usados, ou em ferro velho, você vai precisar também de um pedaço de ferro não muito grande, o resultado melhor é com pedaço de imã, enrole no ferro (ou imã) 200 voltas de fio esmaltado 28 AWG.

Enrole para as espiras ficar bem juntas e umas sobre as outras e depois enroladas fixe o fio, fita isolante serve, raspe as duas pontas dos fios e solde um LED vermelho, não tem posição de soldar nesse caso, coloque o ferro com o fio enrolado num lugar firme de forma que fique uma parte livre e que você possa movimentar o imã bem rápido no sentido vai e vem, quando você realizar o procedimento de passagem por perto bem rápido, vai haver indução magnética nos fios e por sua vez o LED irá acender sem que você use bateria ou fonte, você mesmo vai estar gerando a energia para acender o LED, lembre-se, você deve movimentar o imã o mais rápido que puder e o mais próximo possível sem encostar, é assim que funciona a indução magnética.

Se você ainda duvida da existência dos campos magnéticos nos ambientes, aqui vai mais uma forma de provar tal fato: você deve ter tv em casa, pode ser o monitor do PC também, mas não pode ser de LCD, pegue um alto-falante e fique a dois metros do tubo de imagem da TV ou do tubo de imagem do monitor, quanto maior o imã, maior é o efeito, movimente o imã que você tem nas mãos e observe o que acontece com a imagem do monitor, quando acabar a brincadeira, não deixe o imã por perto porque senão ele desconcentra os feixes magnéticos e a imagem fica com as cores deformadas, essa é uma prova que pode ser vista e comprovada por qualquer pessoa, e os campos magnéticos e a indução magnética tem a sua existência comprovada, não é mágica, é ciência.

Postagens relacionadas
  • Retificadores e Nomenclaturas
  • Assim Surgiu a Eletrônica
  • Repelente Não Funciona
  • A Corrente é …..
  • Excesso de Corrente
  • Porque Não Atendo
  • Posts mais acessados
  • Teste de Bateria (13987)
  • Antena Para Celular (11623)
  • Amplicador 60 W RMS (9319)
  • Os Gatos & Dúvidas (7887)
  • Ganhar na Loto Fácil? (5627)
  • Utilize a busca para encontrar o tema de seu interesse.
    Pense no meio ambiente antes de este link.   Dúvidas? Acesse o Fórum