Adeus Bateria de 9 Volts

Quem nunca se irritou com uma bateria de 9 volts? Ou porque não tinha uma, ou porque ela estava descarrega, ou pior que isso, tinha a bateria em mãos mas ela descarregada não pegava carga.

Eu sim, e muitas vezes, por isso resolvi escrever esse texto como o tema é bateria de 9 volts, e como abandonar elas de vez.

É claro que vai ser perdida um pouco da mobilidade dos equipamentos, mas tudo tem um preço.

Acho que todo aquele que mexe com eletrônica em algum momento já precisou de uma bateria de 9 volts e teve que deixar seus planos de lado porque não tinha uma bateria com carga.

Atualmente a maioria os instrumentos de bancada usam a bendita e cara bateria de 9 volts, que quase sempre deixa a gente na mão.

Mesmo com uma grande variedade de baterias comuns ou recarregáveis no comércio, a gente compra a bendita, e mesmo custando os olhos da cara, quando a gente menos espera ela está descarregada.

A qualidade tem sido tão ruim que até as baterias recarregáveis não aceitam mais carga.

Não é raro a gente ter vários instrumentos de bancada e muitas vezes não ter condições de ligá-los para utilização porque falta a bendita da bateria com carga.

E daí aquela montagem de fim de semana ou feriado não vai ser feita.

Acontece que existem meios e fontes de energia mais do que suficientes para deixar de comprar baterias de 9 volts, afinal, quando a gente realmente precisa elas deixam a gente na mão.

Além de caras, na maioria das vezes só servem para ocupar espaço e deixar a sensação de que não falta nada.

Toda bancada tem pelo menos uma fonte de 12 volts, ou uma bateria de 12 volts. E a partir dessa fonte de energia podemos alimentar um multímetro, um osciloscópio, um frequencímetro ou outro instrumento.

Enfim, qualquer instrumento que utilize uma bateria de 9 volts como fonte de alimentação.

Mesmo porque, o consumo é baixo, mas a tensão necessária deve ser 9 exatamente volts, então não pode ser alimentado com 12 volts ou mais.

O grau de dificuldade dessa montagem é “novato bebê”, ou seja, quem não sabe nada de eletrônica pode fazer a montagem olhando o desenho da montagem.

A ideia é simples, não existem eliminadores de bateria de 12 volts?

Pois então, aqui a sugestão é a eliminação por completo da bateria de 9 volts utilizando um circuito com três componentes, que fornece 100 miliampères, é mais do que o suficiente.

O esquema eletrônico é esse aí da imagem abaixo, embora a disposição dos componentes também seja mostrada, a montagem pode ser feita em superfície, afinal, fazer uma placa de circuito impresso para um circuitinho desses nem vale a pena.

Alerto que esse tipo de fonte é para equipamentos que tem baixo consumo, mas que necessitam dos 9 volts.

Uma versão de um eliminador de baterias de 9 volts que fornece 1 ampère e usando apenas um componente, pode ser visto na imagem abaixo.

Nesse esquema é usado apenas um circuito integrado do tipo 7809, é simples de montar e dá conta do recado.

Os cuidados são em relação a polaridade, onde há o sinal +12 é a entrada positiva, eu costumo seguir o padrão, ou seja, uso fio vermelho para o positivo e fio preto para o negativo.
A tensão máxima de entrada é de 30 volts para o circuito com o diodo zener, e de 35 volts para o circuito como o CI 7809

No meu caso, aproveitei o conector de uma bateria de 9 volts velha e assim posso conectar a montagem sugerida em qualquer aparelho que precisa uma bateria de 9 volts para funcionar, obviamente que respeitando as limitações desse circuito.

Postagens relacionadas
  • Oscilador Duplo Com Um CI
  • Oscilador 15 a 200 KHz
  • Oscilador de 45 MHz
  • Bloqueador de Sinal GPS
  • Lote de BF494 Falsificado
  • Eliminador Baterias
  • Posts mais acessados
  • Teste de Bateria (43703)
  • Gerador Números Celular (37917)
  • Antena Para Celular (31836)
  • Amplicador 60 W RMS (23222)
  • Os Gatos & Dúvidas (21781)
  • Utilize a busca para encontrar o tema de seu interesse.
    Pense no meio ambiente antes de este link.