Celulares e Antenas

As antenas são tão importantes quanto é um fogão numa cozinha, não importa o modelo ou a característica, tipo de transmissão ou tipo de recepção, para cada finalidade existe um tipo de antena que melhor se adapta, ou melhor, tem melhor rendimento, a verdade é que as antenas estão presentes no nosso dia-a-dia mesmo que não possamos ver elas funcionando.

Não duvide, você assiste TV aberta? São usadas duas antenas: Uma na torre de transmissão e outra no seu aparelho de TV.
Vê aquele policial recebendo a comunicação da central? São usadas duas antenas, uma na torre da central e uma no aparelho de rádio da viatura.

E assim acontece com todo tipo de aparelho que se comunica sem a conexão por fios e que utiliza conexão através das ondas eletromagnéticas, ou seja, as ondas de radiofrequência.

Obviamente que os aparelhos celulares também utilizam o espectro de freqüência na faixa de UHF (ultra High Frequency), ou seja, freqüências muito altas.

A faixa de UHF vai de 300 MHz até três GHz, os canais em TV que transmitem por UHF estão dentro desta faixa, além de outros serviços, também estão nesta faixa, os canais para telefonia celular.

A cada momento surgem novos equipamentos e novas tecnologias e a tendência é ocupar cada vez mais espaço na sociedade moderna, sendo assim, a cada nova tecnologia um novo espaço em um espectro que já não tem como atender a todos os desejos humanos.

No caso da telefonia celular, as faixas autorizadas estão congestionadas, mas não é exatamente por isso que os telefones não pegam em determinados lugares, uma prova real desse fato é que existem lugares que determinada operadora não tem sinal, e para outra, existe sinal normalmente.

Embora exista uma disputa acirrada por clientes, as operadoras fazem acordos, permitindo a utilização de suas antenas e repetidores, assim, se um usuário estiver em um local onde o sinal da sua operadora não seja captado, mesmo assim, a antena da operadora capta o sinal e permite a ligação normalmente, sem que usuário nem perceba esse fato.

Mas porque existem locais onde não tem jeito e não existe sinal de celular, nem dessa e nem daquela operadora?

A verdade é que isso depende da operadora interessada, uma cidade com mil habitantes não compensa o investimento de instalar uma antena repetidora, principalmente se tiver que dividir com outra operadora.

Aí chegamos ao ponto onde existem usuários que pagariam a tarifa em dobro para ter comunicação celular, em alguns casos, a altos custos, a comunicação via satélite resolve, mas o custo é alto, em outros casos, uma repetidora de celular resolve, o custo é bem menor, mesmo assim, nem todos estão com essa grana toda e dispostos a desembolsar.

Mas existem casos em que o sinal de rádio (freqüência do celular) chega até ele, mas bem fraquinho, ás vezes funciona e ás vezes não, e de repente, alguém lembra que subiu numa pedra e conseguiu contato telefônico com o mundo externo.
E é exatamente esse o ponto, quanto mais alto tiver o telefone, maior é a possibilidade, já vi casos de gente que precisava subir em árvores para usar o telefone celular, dependendo da tecnologia utilizada é possível que funcione, e se existir um sinal de rádiofrequencia, por menor que seja, é possível aumentar a intensidade desse sinal através de antenas.

Uma forma simples e barata de testar é utilizar uma antena dessas que recebe os canais abertos de TV através de satélite, ela tem 2 metros e pouco de abertura, deve-se virar a antena para o lado onde existe uma repetidora da operadora de telefonia, claro que deve ser a torre da sua operadora, e a um metro e meio de distância da antena, na parte frontal dela, verificar o nível do sinal de radiofreqüência que o celular capta.

Compare com o sinal medido sem a interferência da antena, em muitos é conseguida conversação direta estando em frente a antena, é curioso, mas funciona, eu disse curioso, mas não é nada sobrenatural, o que existe é que a antena capta o sinal e reflete o sinal, e este é captado pelo celular, e no caso de conseguir aumentar o sinal, é preciso descobrir a faixa de freqüência utilizada pela operadora e montar ou comprar uma antena de acordo.

Então começa outro problema, onde conectar a antena externa do celular? Este será tema para outro texto e vou contar como se faz para usar telefone e rádio comunicador e aumentar o alcance do contato.

Postagens relacionadas
  • Direcional Para 5.8 GHz
  • Teste de Módulos de RF
  • Módulos de RF 433 MHz
  • Celular Nos Confins
  • Bloqueadores de RF
  • As Ondas de Rádio
  • Posts mais acessados
  • Teste de Bateria (14867)
  • Antena Para Celular (12295)
  • Amplicador 60 W RMS (9739)
  • Os Gatos & Dúvidas (8321)
  • Ganhar na Loto Fácil? (5910)
  • Utilize a busca para encontrar o tema de seu interesse.
    Pense no meio ambiente antes de este link.   Dúvidas? Acesse o Fórum