Antenas e Polarização

Uma característica muito importante que ocorre no VHF é a polarização horizontal, pois aproveitando a característica de não refletir de volta para a terra, a emissão das ondas pode ser feita com polarização horizontal, fazendo com que a propagação seja altamente direcional e melhorando a gama de radiação, muito diferente da polarização vertical, ou seja, a emissão com antena omnidirecional.

A antena de recepção de um sinal de polarização horizontal, para melhor recepção, também deve ter uma polarização horizontal, é interessante, mas as antenas de TV são todas de polarização horizontal, justamente porque as estações também transmitem com antenas polarizadas dessa forma.

Bem, para qualquer tipo de antena, a primeira coisa a fazer é saber qual é a freqüência que deseja sintonizar e calcular o comprimento de onda para calcular as dimensões da antena, e para sintonizar vários canais, precisamos saber a freqüência menor e a maior da faixa dos canais que pretendemos sintonizar, se possível, prever algum ajuste.

As faixas de freqüências destinadas à radiodifusão televisiva no Brasil são:

Canais Baixos (de 2 a 6): de 54 a 88 MHz
Canais Altos (de 7 a 13): 174 a 216 MHz
Canais UHF (de 14 a 43): 470-644 MHz

Com as informações acima, vamos aos tipos de antenas:

A antena do tipo dipolo é sem dúvida o mais simples tipo de antena, é de polarização horizontal, e, portanto, precisa de orientação, a diretividade das antenas do tipo dipolo é a mesma tanto de frente quanto virada para trás.

As antenas do tipo dipolo aberto tem uma impedância de 72 ohms na freqüência de ressonância, mas por questões técnicas como cabo coaxial, a impedância normalmente é arredondada para 75 ohms.

As duas hastes são iguais, cada uma com 1/4 de onda e são colocadas uma após a outra em um mesmo plano horizontal, só para se ter uma idéia, no centro de Itajaí, como instalar uma antena para a faixa dos 80 metros?

O cabo de antena, ou o cabo coaxial é ligado nas extremidades das hastes, que ficam próximas, ou no interior, o material para fazer a antena pode ser qualquer um condutor elétrico, e a malha do cabo coaxial deve ser conectada no final de uma haste, e o fio central do cabo coaxial, o fio vivo, no final da outra haste, entenda-se como haste o elemento da antena, que pode ser fio, vareta de alumínio, ou qualquer elemento que seja bom condutor de eletricidade.

O tipo de antena dipolo fechado é igual a antena de meia onda de polarização horizontal, suas dimensões são semelhantes ao dipolo aberto, com a diferença que está ligado por uma haste superior na metade do comprimento de onda, ou seja, é um tipo de antena que fica em curto.

A distância da separação dos elementos é de pouca relevância, mas geralmente é de 2,5% do comprimento de onda, existe pouca diferença no ganho, mas a impedância do dipolo fechado é quatro vezes maior que a impedãncia do dipolo aberto, ou seja, 300 ohms, não é por coincidência que geralmente as antenas de TV são do tipo dipolo dobrado e com impedância de 300 ohms, além disso, com polarização horizontal.

Postagens relacionadas
  • Direcional Para 5.8 GHz
  • Teste de Módulos de RF
  • Módulos de RF 433 MHz
  • Celular Nos Confins
  • Bloqueadores de RF
  • As Ondas de Rádio
  • Posts mais acessados
  • Teste de Bateria (14140)
  • Antena Para Celular (11765)
  • Amplicador 60 W RMS (9414)
  • Os Gatos & Dúvidas (7959)
  • Ganhar na Loto Fácil? (5686)
  • Utilize a busca para encontrar o tema de seu interesse.
    Pense no meio ambiente antes de este link.   Dúvidas? Acesse o Fórum