Lâmpada Invés de LED

Sempre gostei de mexer com eletrônica, obviamente que mexi com eletricidade bem antes, mas, devido a falta de conhecimento, às vezes me deparava com algo simples, aliás, muito simples, mas só para quem sabe, ao contrário as coisas ficam difíceis, foi por isso que corri atrás para aprender, pelo menos um pouco.

Às vezes, a gente vê um diodo emissor de luz piscando ou aceso em uma determinada função, e dependendo da situação, poderia ser interessante poder fazer com que no lugar daquele LED piscando acendesse uma ou mais lâmpadas comuns.

Um circuito que forneça corrente para fazer brilhar um LED não tem capacidade para fornecer corrente para uma lâmpada, mas com um pequeno circuito adicional, é fácil fazer com que uma lâmpada acenda e apague no ritmo das piscadas do LED.

Essa ideia de acender uma lâmpada junto com um LED é com certeza para chamar a atenção, então , nada melhor que utilizar o projeto semáforo com LEDS para fazer as adaptações necessárias.

Embora no esquema desse acionador por TRIAC exista o resistor R2, cuja finalidade é proteger o LED interno do CI MOC3020, ele pode ser descartado, pois no circuito do semáforo com LEDs já existem resistores limitadores, sendo assim, o pino 2 do MOC3020 é ligado no lado onde existe o menor potencial em relação ao terra.

O pino 1 recebe através do resistor, ou com ele retirado, seja como quiser, a tensão de controle que vai fazer o DIAC disparar e polarizar o Gate do TRIAC, e assim, a lâmpada acende e fica acesa enquanto existe sinal positivo no pino 1 do MOC3020.

Um toque adicional é que pode ser utilizado o MOC3010 se a rede de energia elétrica for de 110 volts.
Se optar por colocar um resistor R2, este precisa ser escolhido de acordo com o sinal de excitação, pois para um bom rendimento, o LED precisa ser percorrido por uma corrente da ordem de 10 a 15 mA.

Esse circuito é muito simples, mas os cuidados não devem ser dispensados, pois de certa forma, estará sendo manuseada tensão de 110 ou 220 volts, conforme o caso, então, tenha muito cuidado.

Não faça ligações ou soldagens com o plug desse novo dispositivo na tomada, ao testar, cuidado para não tocar nos fios e depois de testado, não deixar pontas de fios.

Uma dica, pode ser montado este circuito e testá-lo com duas pilhas pequenas, para isso, coloque o plug de força na tomada, a lâmpada permanecerá apagada, ao ligar as pilhas no pino 2 e no pino 1 do MOC a lâmpada acende, note que só essa parte é Isolada do circuito de alta tensão, é justamente esta a principal característica desse circuito, isolar a parte de alta tensão do restante do circuito.

O TRIAC suporta até 400 watts em 220 volts, mesmo assim, um radiador de calor é recomendável, para redes de 110 volts, o TRIAC pode ser TIC 220B, funciona do mesmo jeito, apenas a tensão de trabalho é menor, a diferença é de alguns centavos, e o risco é que o TRIAC que tem o sufixo “B” não serve para redes de 220 volts.

Postagens relacionadas
  • Faróis Apagados?
  • Proteja Portas e Janelas
  • Fazer Bengala Eletrônica
  • Lâmpada de Corredor ou Escada
  • Sem Pânico Para Idosos (P2)
  • Sem Pânico Para Idosos (P1)
  • Posts mais acessados
  • Teste de Bateria (14140)
  • Antena Para Celular (11765)
  • Amplicador 60 W RMS (9414)
  • Os Gatos & Dúvidas (7961)
  • Ganhar na Loto Fácil? (5686)
  • Utilize a busca para encontrar o tema de seu interesse.
    Pense no meio ambiente antes de este link.   Dúvidas? Acesse o Fórum