Luminosidade dos LEDs

A utilização de LEDs pode ser a solução ideal para muitas aplicações que envolvam a iluminação de painéis e de ambientes, mas os LEDs devem ser usados de maneira correta nas aplicações, é preciso considerar dois fatores que podem afetar o seu funcionamento, um desses fatores é a diminuição do brilho com o tempo, o outro fator são os efeitos da temperatura de operação e a temperatura do ambiente, neste texto será tratado da vida útil em função da temperatura.

Os LEDs tem vida útil maior por não se quebrarem quando caem no chão ou alguém pisa em cima, isso é muito comum acontecer com as lâmpadas incandescentes comuns, talvez seja essa a principal vantagem do LED quando é indicado para uso em iluminação.

O LED tem algumas desvantagens, uma delas é que com o passar do tempo a luminosidade não se mantém constante, a luminosidade se degrada de forma bem acentuada, e a degradação está relacionada com a temperatura de operação.

Para um LED novo operando com luminosidade de 100%, onde é estimada uma vida útil de 10.000 horas, até mesmo a temperatura ambiente pode reduzir a vida útil do componente, com 25 °C a degradação em função da temperatura fica em torno de 30%, somente 70% da luminosidade total é emitida quando o fim da vida útil do LED estiver próxima, com 40 °C a degradação da luminosidade fica em torno de 50% da luminosidade total, e com com 60 °C a degradação fica em torno de 80% da luminosidade total, a degradação começa a ser notada a partir da metade da vida útil do LED e vai acentuando até que ele pare de brilhar.

Com base nos dados acima, sabemos que o brilho de um LED pode ser reduzido a metade do brilho total quando o LED se aproximar do final da sua vida útil, a corrente que um LED comum precisa para funcionar é em torno do 20 mA, é possível prolongar a vida útil diminuindo a corrente de operação, pois nem sempre é necessário fazer com que o LED acenda com seu brilho total.

Nas aplicações onde a quantidade de luz emitida é crítica, deve ser prevista uma compensação, porque dependendo da aplicação é mais importante manter o brilho constante do que manter a corrente constante.

Nas aplicações como a iluminação de painéis de aparelhos eletrônicos, são levados em conta os sensores que monitoram o brilho do LED e fazem a compensação de sua alimentação quando o brilho cai com o tempo.

Postagens relacionadas
  • Retificadores e Nomenclaturas
  • Assim Surgiu a Eletrônica
  • Repelente Não Funciona
  • A Corrente é …..
  • Excesso de Corrente
  • Porque Não Atendo
  • Posts mais acessados
  • Teste de Bateria (14748)
  • Antena Para Celular (12193)
  • Amplicador 60 W RMS (9685)
  • Os Gatos & Dúvidas (8262)
  • Ganhar na Loto Fácil? (5873)
  • Utilize a busca para encontrar o tema de seu interesse.
    Pense no meio ambiente antes de este link.   Dúvidas? Acesse o Fórum